Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Jornalista Paulo Braga recebe homenagem por 50 anos de carreira
Paulo Braga ao lado de Paula Braga e equipe de redação de Automotive Business, na Arena New Mobility do Salão do Automóvel

AB | 08/11/2018 | 19h34

Jornalista Paulo Braga recebe homenagem por 50 anos de carreira

Em evento realizado na Arena New Mobility do Salão do Automóvel, equipe reconheceu o trabalho do fundador de Automotive Business

REDAÇÃO AB

O jornalista Paulo Braga completou 50 anos de carreira e foi homenageado na quarta-feira, 7, pela equipe de Automotive Business, logo após evento realizado na Arena New Mobility do Salão do Automóvel de São Paulo, no SP Expo. Em sua trajetória profissional, Paulo tem uma longa história ligada à comunicação do setor automotivo nacional, incluindo cobertura jornalística, assessoria de imprensa, criação de publicações e eventos.

Na breve homenagem prestada pela equipe, foram exibidas fotos do acervo pessoal do jornalista e Paula Braga, sua filha e diretora executiva de Automotive Business, fez a leitura de um texto que descreve a trajetória profissional de Paulo Braga, que publicamos abaixo:

PAULO BRAGA, 50



Nós já estivemos reunidos muitas vezes ao longo dos últimos anos para discutir e debater as dores e evoluções da indústria automotiva nacional. Assim como daquelas vezes, estamos aqui hoje porque há 50 anos uma pessoa muito querida deste setor resolveu começar a ser jornalista.

A ideia não era bem essa. Ele queria mesmo era ser engenheiro. Por isso deixou Monte Aprazível e veio para São Paulo fazer engenharia eletrônica na Escola Politécnica da USP.

Isso pode soar bem estranho hoje, mas ele sustentava os estudos de engenharia na Poli com um emprego de jornalista profissional; em 1968, contratado como revisor do jornal Folha de São Paulo. Esse foi seu primeiro erro de cálculo avançado, que matou o engenheiro e fez nascer o jornalista.

A faculdade de engenharia eletrônica só durou quatro anos, não chegou ao fim, mas um engenheiro da informação começou a ser forjado nas redações da Folha, Última Hora, Estadão. O jornalista industrial nasceu nas revistas técnicas da Abril Tec, Química e Derivados e Plásticos e Embalagens.

O jornalista automotivo começou a ser gestado na prática das assessorias de imprensa, já no início dos anos 80, primeiro para atender clientes da agência de comunicação Burson-Masteller, depois na fabricante de caminhões Iveco, passando pela Promon Tecnologia, até que chegou a década de 90 e a abertura do mercado brasileiro aos carros importados. Então o engenheiro jornalístico estava pronto, a postos para atender as primeiras marcas de veículos importados que chegavam ao País.

Ele então comandou o projeto do plano de comunicação da primeira marca de automóveis populares a chegar no Brasil, a russa Lada, fabricante da era soviética que detonou verdadeira revolução em um mercado até então fechado e dominado por multinacionais muito nacionais.

Também foram dele os projetos de comunicação para introdução da marca japonesa Subaru. Depois, já com a All Right, sua própria agência de comunicação em sociedade com sua esposa Maria Theresa de Borthole Braga, foi a vez de atender outra japonesa, a Suzuki. Logo depois começou a atender as necessidades de comunicação da indústria de autopeças com assessoria de imprensa da Meritor.

Já no fim dos anos 90, o jornalista criou Automotive Business, que se explica em seu próprio nome, para organizar os anuários Quem é Quem no Setor Automotivo e eventos da indústria para clientes como SAE e AutoData.

Na primeira década dos anos 2000, em mais uma reinvenção, nasceram o site Automotive Business, a newsletter Automotive Business, a revista Automotive Business, a ABTV e os eventos próprios, como o já icônico Fórum da Indústria Automobilística.

Para além do talento nato em fazer jornalismo e gerar conteúdo de qualidade por tanto tempo, é preciso lembrar que essa jornada admirável de cinco décadas foi lastreada por uma invejável capacidade de trabalho, de quem parece não se cansar nunca de trabalhar.

Outra qualidade – talvez a maior – é a generosidade infinita de se preocupar genuinamente com quem está ao seu redor, sempre puxando nossa estima para cima, dividindo conosco o sucesso dessa jornada, com humildade, sem vaidade. Por isso, nós agradecemos esses seus 50 anos de carreira. Obrigado por sempre nos tratar tão bem, Paulo Braga!



Tags: Paulo Braga 50 anos de carreira, Automotive Business, Salão do Automóvel de São Paulo, New Mobility.

Comentários

  • DécioBittencourt

    PauloBraga , meus cumprimentos. Sou assíduo leitor do AB e acompanho sua trajetória desde a Lada em 93/94.

  • MariaCeciliaBraga Deabra Espinossi

    Nascina mesma Monte Aprazíve,cidade pequena mas com uma sociedade muito envolvida com educação e com um numero invejável de bons professores. Por uma incrível coincidência, fui vizinha de Paulo Braga por muitos anos e pude acompanhar sua trajetoria escolar ,tendo minha mãe sido professora dele numa das séries dos primeiros anos do que se denomina hoje Ensino Fundamental I. Desde os primeiros anos escolares se destacou pela inteligência muito acima da média e pela invulgar capacidade de escrever já destacada pelos seus professores de Lingua Portuguesa a época. Seu desempenho em todas as disciplinas sempre superou as expectativas e o êxito profissional nada mais é do que o fruto da inteligência mais determinação.Parabéns para o amigo e o homem de inteligência incomum.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência