Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Iveco renova linha de caminhões pesados com Hi-Road
Iveco Hi-Road 6x2 de até 440cv chega por R$ 380 mil (Foto: Carlos Magno/Iveco)

Lançamentos | 06/12/2018 | 13h04

Iveco renova linha de caminhões pesados com Hi-Road

Com investimento de US$ 30 milhões, modelo chega ao mercado em 2019

SUELI REIS, AB | De Sete Lagoas (MG)

Para reforçar sua presença na linha de caminhões pesados, a Iveco apresenta ao mercado o novo Hi-Road, substituto do Stralis, que deixou de ser produzido pela marca há pouco mais de seis meses. O novo modelo inaugura o status de família para a linha, agora denominada Hi-Family, incluindo o carro-chefe Hi-Way, e é um dos frutos do ciclo de investimento anunciado pela montadora na última Fenatran, em 2017, de US$ 120 milhões e que vigora até o primeiro semestre de 2019.

O projeto do Hi-Road começou há pouco mais de dois anos em conjunto com a matriz e demandou um total de US$ 30 milhões. Ele começa a ser produzido em janeiro de 2019 na unidade da Iveco em Sete Lagoas (MG) nas opções 4x2, 6x2 e 6x4 equipadas com os motores FPT Cursor nas versões 9 com potência de 360 cv no 4x2 e 13 com duas faixas de potência, 400 cv (4X2 e 6X2) e 440 cv (4X2, 6X2 e 6X4), com torque máximo de 2.250 Nm.

Segundo o diretor de vendas e marketing, Ricardo Barion, o projeto nasceu em um período ainda conturbado para o mercado de pesados.

“Essa atitude sinaliza que a Iveco sempre acreditou na recuperação do Brasil”, comenta Barion.

Segundo o executivo, o projeto também se baseou em uma pesquisa em campo que ouviu mais de 1 mil clientes. “Mais do que ter uma linha completa, o importante para a Iveco é ter exatamente o que o cliente quer e o Hi-Road contempla 100% das questões apontadas pelo cliente”, garante. Barion reforça que o Hi-Road é um caminhão totalmente novo. “Para não dizer que ele não tem nada do Stralis, as chapas de porta são as mesmas, o restante foi totalmente reformulado.”

Entre os principais pontos de seu desenvolvimento, a empresa focou em três pilares: consumo, desempenho e disponibilidade visando o baixo custo operacional. De acordo com o especialista de marketing de produto, Anderson Vilela, o Hi-Road herdou as principais modificações feitas recentemente em seu irmão mais velho, o Hi-Way versão 2017. O modelo apresenta uma economia de até 7% no consumo de combustível. “Chegamos a casos de redução de até 10%. Além disso, trocamos a turbina e com isso entregamos mais torque.”

Todo o sistema elétrico também foi revisto, além da cabine totalmente nova e reformulada em parceria com a matriz italiana, com teto alto de série, para-sol, defletor de ar lateral com maior aerodinâmica e defletor inferior.

O Hi-Road brigará com modelos intermediários do mercado, principalmente na faixa do 6x2 de 440 cv, como os Mercedes-Benz Axor e VW Constellation. Essa faixa representa 45% das vendas, o mesmo nível para os 6x4, enquanto os 4x2 respondem por 10% das entregas de pesados da marca. O preço previsto para a versão 6x2 de 440 cv é de R$ 380 mil.

“Já temos duzentos pedidos desse caminhão e cem deles são para cem clientes diferentes”, revela Barion.



Tags: Iveco, caminhão, Hi-Road, investimento, Hi-Way, Stralis.

Comentários

  • Joao

    Vamoscrescer juntos, Iveco

  • Waldiroiveira

    Ivecodesde lançamento STRALIS nunca consegue olha no futuro , HI WAY veio pra ficar conceito moderno robusto passam 3 anos resolveram mudar mas aproveitar as portas do STRALIS aí vira piadas. A concorrente DAF está n o mercado de pesados e valorização de seus produtos , rede IVECO muitos concessionários não aceitam STRALIS na troca por OK último 3 anos fecharam concessionária pois produto de venda qualquer concessionária hoje chama-se DAILY, desde 2015 não tem Caminhao 3/4 pois VERTIS cabine IMPORTADA saiu de linha, TECTOR depois 3 anos conseguiram entender a necessidade de um câmbio eletrônico ficou pra traz. Parabens IVECO vamos ver como o mercado irá aceitar ou não mais este novo lançamento

  • Sérgio

    Olápessoal, como sempre a Iveco atrasada novamente, no caso dos 3/4 nem se fala ( na fenatran de 2917 mostraram oque seria uma evolução mas como sempre na demora para lançar porque estamos em dezembro de 2918 e nada.) As outras marcas já estou chegando,

  • Abimael

    Gostoda marca, trabalhei com um stralis, hoje tenho um Eurotech quem sabe um dia poderei ter um Hi- Road.

  • EduardoFrancischinelli

    Maravilha Tenhocaminhão ,só fa do Iveco mas se não tiver financiado Hoje outonomo não consegue pagar em 48x Hoje encontra no mercado caminhões ano 15 /16 no valor de 130 a 150 mil um novo 240/280 preferir comprar dois de 150

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência