Hyundai é a Empresa do Ano no Prêmio REI

Hyundai é a Empresa do Ano no Prêmio REI

A Hyundai Brasil é a Empresa do Ano, eleita pelo Prêmio REI – Reconhecimento à Excelência e Inovação. A votação foi promovida entre os leitores de Automotive Business e participantes do Fórum da Indústria Automobilística (1º de abril) e Fórum de RH (13 de maio). Cledorvino Belini, presidente da Fiat Chrysler e presidente da Anfavea na gestão passada, foi apontado como Profissional de Montadora e Gábor Deák, ex-presidente da Delphi, Profissional de Autopeças.

Na entrega dos troféus, realizada na quinta-feira, 13, no Espaço 011 Eventos, em São Paulo, foram revelados também os outros cinco vencedores da premiação. O Hyundai HB20 venceu na categoria Carro do Ano, o MAN TGX o Comercial Pesado, a Volkswagen do Brasil foi apontada a melhor na categoria Marketing e Propaganda, a MAN Latin America foi a campeã em Manufatura e Logística e a Bosch a vencedora na categoria Autopeças.

Os 40 finalistas submetidos ao voto popular foram selecionados por um júri de 19 profissionais da indústria automobilística, constituído de consultores escolhidos por Automotive Business como notáveis conhecedores do setor. Os leitores da newsletter e da revista votaram por meio de um hotsite e apontaram os melhores cases nas oito categorias, correspondentes ao período de 1º de março de 2012 a 1º de fevereiro de 2013.

OS REIS DE 2013:

Empresa: Hyundai do Brasil
Finalistas:
Fiat Automóveis
Ford
Hyundai
MAN Latin America
Volkswagen.

A Hyundai Motor Brasil, que promoveu com bastante sucesso a introdução da empresa coreana no País em 2012, inaugurou em novembro a fábrica em Piracicaba (SP), com capacidade de produção de 150 mil carros por ano. O sucesso de venda dos veículos foi expressivo, provocando fila de espera. A empresa investiu US$ 700 milhões na unidade paulista, que produz três modelos, desenvolvidos para o Brasil: a família HB. O primeiro veículo em produção foi o HB20 hatch, com motores flex 1.0 e 1.6 e opção de câmbio automático nas versões 1.6. A família HB já foi complementada com o crossover HB20X e uma versão sedã.

Profissional de Montadora: Cledorvino Belini, presidente da Fiat Chrysler
Finalistas:
Carlos Alberto de Oliveira Andrade, presidente CAOA
Carlos Gomes, presidente da PSA Peugeot Citroën América Latina
Cledorvino Belini, presidente Fiat Chrysler América Latina e Anfavea
Roberto Cortes, presidente da MAN Latin America
Thomas Schmall, presidente da Volkswagen do Brasil

Como presidente da Anfavea entre 2010 e 2013, Belini conduziu com firmeza a posição da entidade diante dos programas que levaram à edição e regulamentação do Inovar-Auto. Nenhuma das montadoras associadas à entidade teve dificuldade em se habilitar inicialmente dentro da legislação proposta pelo Ministério da Indústria e Comércio. Na Fiat, o executivo conduziu a empresa à superação, em 2012, de sua marca histórica de vendas no Brasil, registrando o melhor desempenho em 36 anos de presença no País. A Fiat liderou o mercado brasileiro pelo décimo primeiro ano (23,1%) e cresceu 11,1%, acima da média dos concorrentes.

Profissional de Autopeças: Gábor Deák, ex-presidente da Delphi
Finalistas:
Daniel Raul Randon, presidente da Fras-le
Gábor Deák, ex-presidente da Delphi
Luis Afonso Pasquotto, presidente da Cummins South America
Ricardo Reimer, presidente da Schaeffler América do Sul
Sílvio Barros, vice-presidente e diretor-geral da Meritor América do Sul

Após inúmeras conquistas em quase 40 anos de trabalho, incluindo 15 anos em posições-chave na Delphi da América do Sul, Gábor anunciou a aposentadoria no fim de 2012. Defensor da indústria automobilística brasileira dedicou-se ao desenvolvimento da SAE Brasil. Foi vice-presidente e membro do conselho de administração do Abipeças/Sindipeças. Atuou como presidente da Delphi para a América do Sul de 2003 a 2012, quando o faturamento da companhia na região passou de US$ 490 milhões para mais de US$ 1 bilhão. Implementou o Formare na empresa.

Veículo Leve: Hyundai HB20
Finalistas:
BMW Série 3
Chevrolet Onix
Ford EcoSport
Hyundai HB20
Unicamp (veículo elétrico)

O primeiro modelo produzido pela marca sul-coreana em Piracicaba (SP) chegou gerando filas de espera nas lojas. O HB20 disputa mercado com os carros mais vendidos do País. Vem com motores 1.0 de três cilindros e 80 cv e 1.6 de quatro cilindros e 128 cv, ambos flex. O 1.6 traz como opção um câmbio automático de quatro marchas. Desde sua chegada, em outubro de 2012, o hatch já emplacou mais de 72 mil unidades. Em fevereiro, as concessionárias Hyundai Brasil receberam o HB20X, com apelo aventureiro e motor 1.6. Em abril surgiu o HB20S, versão sedã com os mesmos motores 1.0 e 1.6 que já equipavam o hatch.

Comercial Pesado: MAN TGX
Finalistas:
Iveco Tector
MAN TGX
Volare ônibus Escolarbus 4x4
Mercedes-Benz Accelo
Volvo ônibus Híbrido

O ano de 2012 trouxe uma mudança significativa no mercado brasileiro de caminhões: a entrada da norma Proconve P7. Junto com isso, a MAN Latin America lançou os caminhões TGX no segmento de extrapesados, prometendo elevado nível de conforto, tecnologia adequada ao País e baixo consumo de combustível, garantindo alta produtividade e menor custo operacional. A experiência de mais de 30 anos da engenharia brasileira da MAN Latin America colaborou no desenvolvimento da versão nacional, por meio de um programa de testes em diversas condições de operação no Brasil.

Marketing e Propaganda: Volkswagen do Brasil
Finalistas:
Ford – Campanha Go Further (Ir mais longe)
Hyundai CAOA – Estratégia agressiva em propaganda
Iveco – Patrocínio do Corinthians
Nissan – Patrocinadora oficial das Olimpíadas e Paraolimpíadas Rio 2016
Volkswagen – Campanha do Fusca com Chacrinha e Rivellino para internet

Por meio de teasers no YouTube, trazendo ícones do passado como Chacrinha e Rivellino, a Volkswagen reviveu o Fusca com um novo modelo que traz o nome e o design que o definiu. A ação teve como objetivo gerar curiosidade do público para o lançamento da campanha publicitária. Inovadores e irreverentes, os teasers inusitados se tornaram "virais" nas redes sociais. O filme "Chacrinha" mostrou imagens do Velho Guerreiro, trazendo um recado bem humorado para o pessoal do futuro sobre o Fusca 2012. Em "Rivellino" são utilizadas imagens de uma divertida entrevista do jogador.

Manufatura e Logística: MAN Latin America
Finalistas:
Delphi – Concentração de compras no Brasil e desenvolvimento de fornecedores locais
MAN Latin America – Flexibilização de processo produtivo para ganhar competividade
Mercedes-Benz – Nova fábrica de caminhões em Juiz de Fora (MG)
Renault – Nova fábrica dentro da fábrica (PR)
Volkswagen do Brasil – Nova pintura na fábrica de Taubaté

A MAN Latin America promoveu uma das maiores e mais rápidas modificações e capacitações de linha na indústria automobilística. Foram três semanas para que a linha de produção dos veículos extrapesados TGX, que até então eram exclusivos na mesma, abrissem espaço à produção de Micro Bus. As áreas de engenharia de manufatura e logística tornaram viável a produção desses modelos, totalmente distintos, em uma mesma linha de produção. O takt time do caminhão extrapesado passou por redução de 38%, com base em melhorias de linha e conceitos logísticos. Foi, assim, liberado espaço na linha principal para viabilizar os volumes de 2013.

Autopeças: Bosch
Finalistas:
Artecola – Ecofibra Automotive
Bosch – ABS para motos de baixa cilindrada
Delphi – Minicompressor variável
Man Latin America – Motores MAN D08
Unicamp - Powertrain elétrico

A Bosch desenvolveu um ABS especialmente para motos de baixa cilindrada, que predominam no Brasil. O produto ajudará a reduzir o alto índice de fatalidades entre motociclistas. O ABS monitora a velocidade das rodas: se uma delas ameaça travar durante uma frenagem intensa ou em pistas escorregadias, o sistema regula a pressão de frenagem de forma direcionada, garantindo frenagem otimizada. Dessa forma, mantém-se a estabilidade e capacidade de manobra da motocicleta, mesmo em condições adversas do solo, como areia, cascalho ou água. Este fato reduz significativamente o risco de uma queda e encurta a distância de frenagem.

JURADOS DO PRÊMIO REI 2013

Arnaldo Brazil, MSX
Arnaldo Pellizzaro, ABI Consultoria
Carlos Arce, AutoEntusiastas
David Wong, Kaiser Consultoria
Fábio Peake Braga, SAE Brasil
Francisco Satkunas, consultor
Ivan Witt, Steer RH
Jeannette Galbinski, Setec Consultoria
Julian Semple, Carcon Automotive
Marcelo Cioffi, PWC
Marcos Amatucci, ESPM
Mario Guitti, IQA
Martin Vollmer, Edag do Brasil
Moacir Ricci, Consultor
Paulo Cardamone, IHS Automotive
Paulo Garbossa, ADK
Renato Perrotta, Semcon
Stephan Keese, Roland Berger
Valter Pieracciani, Pieracciani.


FINALISTAS

Veja a seguir os cinco finalistas em cada uma das oito categorias do Prêmio REI 2013:

EMPRESA DO ANO

FIAT AUTOMÓVEIS
A Fiat superou em 2012 sua marca histórica de vendas no País, com o melhor desempenho em 36 anos de presença aqui, demonstrando agilidade e flexibilidade. Foram emplacados 838.219 automóveis e comerciais leves Fiat, que apontam crescimento de 11,1% em relação a 2011 (754.276 unidades). A Fiat liderou pelo 11º ano e cresceu acima do mercado, que encerrou 2012 com 3.634.510 unidades emplacadas, 6,1% acima de 2011. Assim, a Fiat ganhou participação, com 23,1% de market share em comparação com 22% em 2011.

FORD MOTOR COMPANY BRASIL
A Ford concluiu em 2012 parte do investimento de R$4,5 bilhões programado para o período de 2011 a 2015 no País, com o lançamento de três modelos globais. As novas gerações da Ranger, EcoSport e Fusion transformaram o padrão nos respectivos segmentos. A empresa iniciou a construção da fábrica de motores em Camaçari (BA) e remodelou a fábrica de São Bernardo do Campo (SP) para a produção do New Fiesta global. A fábrica de Taubaté recebeu investimentos para o aumento da produção e iniciou a exportação do motor Sigma para a Europa.

HYUNDAI DO BRASIL
A empresa promoveu com bastante sucesso e interesse da mídia a introdução da marca no País em 2012, inaugurando a fábrica em Piracicaba (SP) para 150 mil carros por ano. O sucesso de venda dos veículos foi expressivo, provocando filas de espera. A empresa investiu US$ 700 milhões na unidade paulista, que produzirá três modelos, desenvolvidos exclusivamente para o Brasil: a família HB. Depois do HB20 hatch, com motores flex 1.0 e 1.6 e opção de câmbio automático nas versões 1.6, a família HB contará, em 2013, com o crossover HB20X e um sedã.

MAN LATIN AMERICA
Em 2012, a MAN Latin America demonstrou papel de liderança e vanguarda no desenvolvimento de tecnologias sustentáveis para a mobilidade. Na Rio+20  contribuiu para o avanço da definição de uma política sustentável, apresentando veículos que proporcionam ganhos ao meio ambiente. No evento, a empresa apresentou uma solução inédita com o primeiro ônibus bicombustível diesel-GNV. Expôs outras tecnologias de ponta para países emergentes, como caminhão híbrido diesel-hidráulico e pesquisas com biocombustíveis.

VOLKSWAGEN DO BRASIL
A empresa teve em 2012 o melhor ano de sua história, com recordes de vendas e de produção. Foi a maior fabricante e exportadora do País, crescendo mais do que a indústria. Anunciou a ampliação da fábrica de motores de São Carlos e ofereceu o maior número de modelos com soluções de redução de consumo e emissões (Fox, Gol e Voyage Bluemotion); apresentou a iniciativa global Think Blue, pela mobilidade sustentável; inaugurou nova pintura em Taubaté. A Fundação Volkswagen chegou à marca de 1,2 milhão de alunos e 12 mil educadores.



PROFISSIONAL DE MONTADORA

CARLOS ALBERTO DE OLIVEIRA ANDRADE
Presidente do Grupo CAOA
Trouxe ao mercado brasileiro veículos que se tornaram desejo dos consumidores, como o i30, ix35, Veloster, Elantra, Sonata, além dos modelos produzidos no Brasil como Tucson e os caminhões HR e HD78. A marca passou por um reposicionamento e os veículos são reconhecidos pela qualidade, inovação e sofisticação. Em 2012, o empresário comemorou cinco anos de operações da fábrica, que ergueu com capital 100% nacional em Anápolis. Recebeu o título de Distribuidor do Ano, honraria concebida pela matriz sul-coreana.

CARLOS GOMES
Presidente da PSA Peugeot Citroën América Latina
Manteve em curso a transformação do Grupo no Brasil apesar das dificuldades da matriz e da retração nas vendas da empresa no País, garantindo a aplicação de R$ 3,7 bilhões até 2015. Consolida, em Porto Real, as mais modernas plataformas compactas da PSA e amplia a capacidade de produção de veículos, comandando a troca dos carros do segmento compacto. Preparou a chegada do Peugeot 208 e apostou nos novos motores EC5 e TU4. A PSA brasileira virou referência mundial do Grupo no campo dos biocombustíveis e materiais verdes.

CLEDORVINO BELINI
Presidente da Fiat Chrysler América Latina e da Anfavea
Conduziu com firmeza a posição da Anfavea na edição e regulamentação do Inovar-Auto. As associadas à entidade não tiveram dificuldade em se habilitar dentro da legislação proposta pelo MDIC. Conduziu a Fiat à superação, em 2012, registrando o melhor desempenho em seus 36 anos de presença no país. A Fiat liderou o mercado brasileiro pelo décimo-primeiro ano (23,1%) e cresceu 11,1%, acima do mercado. O grupo Fiat Chrysler chegou próximo à marca de 1 milhão de veículos vendidos na América Latina.

ROBERTO CORTES
Presidente da MAN Latin America
Mostrou força como um dos principais interlocutores junto ao governo federal para extensão de benefícios na compra de caminhões e ônibus. Garantiu a décima liderança consecutiva em vendas de caminhões na região. Único líder brasileiro com cadeira nas conferências internacionais do principal salão de veículos comerciais do mundo, recebeu título de Mr. Truck do Handelsblatt, jornal alemão. Comandou três períodos consecutivos de investimentos no Brasil, totalizando R$ 3 bilhões, sendo R$1 bilhão em 2012-2016.

THOMAS SCHMALL
Presidente da Volkswagen do Brasil
À frente da maior fabricante e exportadora de automóveis do País desde 2007, resume 2012 como o melhor ano operação, com recordes de vendas e produção. Foi responsável por conquistas como 26 anos consecutivos de liderança de vendas do Gol; renovação dos produtos (maior do mercado, com 22 modelos). Fez saltar em 24% a produção anual de veículos, entre 2007 e 2012, como segunda maior operação da marca no mundo. Na sua gestão as vendas no País cresceram 42% (de 2007 a 2012) e a subsidiária conquistou investimento de R$ 8,7 bilhões até 2016.



PROFISSIONAL DE AUTOPEÇAS

DANIEL RAUL RANDON
Presidente da Fras-le
Tem em seu DNA o traço forte do empreendedorismo. Há 5 anos no comando da Fras-le, maior fabricante de lonas para freio do mundo e com atuação em 80 países, conduziu a instalação das unidades fabris da China e Estados Unidos, bem como a aquisição da Controil. Sua gestão está focada no objetivo de ser uma empresa global sustentável com faturamento de R$ 1,0 bilhão em 2013. Seu desempenho mostra-se relevante também junto ao Conselho do Sindipeças e do Comitê de Competitividade Setorial – Brasil Maior.

GÁBOR DEÁK
Presidente da Delphi
Após inúmeras conquistas em quase 40 anos de trabalho, incluindo 15 anos em posições-chave na Delphi da América do Sul, anunciou a aposentadoria no final de 2012. Defensor da indústria automobilística brasileira, dedicou-se ao desenvolvimento da SAE Brasil. Foi vice-presidente e membro do conselho de administração do Abipeças/Sindipeças. Foi presidente da Delphi para a América do Sul de 2003 a 2012, quando o faturamento passou de US$ 490 milhões para mais de US$ 1 bilhão. Implementou o Formare na empresa.

LUIS AFONSO PASQUOTTO
Presidente da Cummins South America e Vice-Presidente da Cummins Inc.
Comandou com determinação a empresa na passagem de Euro 3 para Euro 5, oferecendo ao mercado soluções completas para os novos powertrains. No início de 2012 anunciou a quarta unidade fabril no País, em Itatiba (SP), com investimento inicial de US$ 37 milhões. Comandou também a nova estrutura organizacional da Cummins Brasil, anunciada em julho de 2012, ao nomear novos diretores para as unidades de motores, geração de energia e distribuição, para diversificar e ampliar as atividades além das fronteiras da produção de motores diesel.

RICARDO REIMER
Presidente da Schaeffler América do Sul
Com trinta anos dedicados ao mercado automotivo, comanda o grupo desde 2004. Em 2012, implementou linha de produção de R$ 20 milhões para novos revestimentos, contribuindo para reduzir em 80% emissões de CO2. Estimula o desenvolvimento de profissionais, por meio de intercâmbio de engenheiros ou de programas como o Geração Schaeffler e o Formare. Faz parte do Conselho Superior do Sindipeças e da diretoria da Câmara Brasil Alemanha. Presidiu o Congresso SAE em 2009 e assume a presidência da SAE para o biênio 2013/2014. 

Sílvio Barros
Diretor Geral, Meritor América do Sul
Apresentou saldo favorável, apesar das dificuldades do setor, cuja produção caiu acima de 40% em 2012. Manteve os investimentos, preparando a empresa para a retomada. Reestruturou a empresa, ampliou a gama de produtos, consolidou a produção de cardãs, adequou produtos para Euro 5. Implementou eixos com tecnologia laser e redução nos cubos; e seguiu com a construção da nova fábrica de eixos em Resende (RJ) e expansão do laboratório de engenharia local. Conduziu a fusão de negócios entre a divisão de aftermarket e a de veículos comerciais.



VEÍCULO LEVE

BMW Série 3
A sexta geração do carro-chefe de vendas da marca alemã ficou mais encorpada, sem perder o apelo jovial. Motor seis cilindros em linha, agora, só na versão 335i, 3.0 de 306 cv e câmbio automático de oito marchas. As versões quatro cilindros 2.0 turbo do sedã podem ter potência de 156 cv (320i) ou 248 cv (328i).

Chevrolet Onix
Sucessor do Corsa, chega com o desafio de fortalecer a marca no segmento mais disputado e de maior volume no mercado brasileiro, o de hatches compactos. Produzido em Gravataí (RS), conta com motores 1.0 de 80 cv e 1.4 de 106 cv, ambos flex. É o primeiro de sua categoria com tela central com comandos por toque, como um tablet.

Ford EcoSport
O utilitário compacto mais vendido do país chega à sua segunda geração com uma mudança de estilo radical. Feito sobre a base do New Fiesta, o novo EcoSport foi desenvolvido no Brasil, mas agora como modelo global. A mecânica também evoluiu, com a presença de câmbio automatizado de dupla embreagem e seis marchas na versão top. Manteve os motores 1.6 de 115 cv e 2.0 de 147 cv, além da opção de tração 4x4.

Hyundai HB20
Primeiro modelo produzido pela marca coreana em Piracicaba (SP) chegou conquistando clientes e gerando filas de espera nas lojas. Com estilo de linhas retas e insinuantes, disputa mercado com os carros mais vendidos do país. Vem com motores 1.0 de 80 cv e 1.6 de 128 cv, ambos flex. Este segundo tem opção de câmbio automático de quatro marchas. Já tem versão de roupagem aventureira, batizada de HB20X.

Unicamp – Veículo elétrico
O veículo estudantil campeão da Fórmula SAE Brasil Elétricos 2012 reuniu esforços de alunos, professores, empresas e centros de pesquisa no desenvolvimento de baterias, conjunto inversor/controlador de potência e motor elétrico da Yasa/Oxford. Representará o País em competição nos EUA e será apresentado como projeto estudantil em setembro 2013 na Europa (Italia ATA). O aprendizado com o projeto atende diretrizes contidas no programa Inovar-Auto em eficiência energética, domínio de manufatura e P&D e normas de segurança. O projeto teve apoio do Instituto de Pesquisas Eldorado; Höganäs AB; IDGMI, CPFL; Greenworks, SAE Brasil; Magnetti Marelli e Ekion.

 



COMERCIAL PESADO

IVECO
Caminhão Tector
O veículo semipesado da nova geração Ecoline Euro 5 promete economia e versatilidade no segmento. Lançado em maio de 2012, traz 41 possibilidades de configuração. As versões Tector e Tector Attack acenam com mais conforto e menor custo e ampliam o alto padrão de modernidade e conforto trazidos pela versão anterior. Com a nova frota, a Iveco disputará o segmento de caminhões que mais cresceu no País, com 60 mil unidades vendidas. Os novos modelos do Tector derivam do europeu Eurocargo, terceiro do mundo na categoria.

MAN
Caminhão TGX
A MAN Latin America lançou os primeiros caminhões MAN em 2012 para atender ao exigente segmento de extrapesados dentro das normas Proconve P7. Os TGX prometem elevado nível de conforto, tecnologia adequada ao País e baixo consumo de combustível, garantindo alta produtividade e menores custos operacionais. O desenvolvimento da versão nacional contou com 30 anos de experiência da engenharia brasileira e um extenso programa de testes que culminou com que mais de 250 melhorias implantadas.

VOLARE
Escolarbus 4x4
Para atender à demanda do Programa Caminho da Escola no transporte de estudantes na zona rural, a Volare lançou o modelo Escolarbus 4X4, primeiro do gênero com tração nas quatro rodas para trafegar em locais de difícil acesso, sem estradas, onde um veículo com tração convencional não passa. O modelo recebeu eixo dianteiro tracionado e sistema de transmissão com a opção de utilização 4X2 (tração nas rodas traseiras), 4X4 (tração em todas as rodas) e 4X4 com reduzida. O desenvolvimento, em tempo recorde, teve parceria da Agrale e Dana.

MERCEDES-BENZ
Caminhão Accelo, o novo “Mercedinho”
O fabricante considera muito positiva a performance do Accelo 815, conhecido como o novo “Mercedinho”. O modelo, para até 8 toneladas de PBT, figurou entre os modelos mais vendidos do mercado brasileiro e foi líder de vendas no padrão Euro 5, em seu segmento. O Accelo acena com melhor desempenho e maior agilidade no transporte de cargas com a tecnologia exclusiva BlueTec5 e economia de combustível de até 6%. O modelo atende autônomos, empresas de transporte ou de carga própria, distribuidores e atacadistas.

VOLVO
Ônibus híbrido
Em 2012 a Volvo iniciou a produção de ônibus híbridos no Brasil. Os primeiros 30 já circulam em Curitiba. Segundo o fabricante, o veículo possui a solução híbrida mais avançada já desenvolvida. Mais de 700 híbridos da marca circulam no mundo. O veículo funciona com motores diesel e elétrico, que trabalham em paralelo ou de forma independente. A tecnologia permite economia de combustível de até 35% e reduz em 90% a emissão de poluentes em relação aos ônibus com tecnologia Euro 3. O veículo não emite ruído em 30% a 40% do tempo.



MARKETING E PROPAGANDA

FORD MOTOR COMPANY BRASIL
Go Further (Ir Mais Longe)
A Ford introduziu em 2012 a nova assinatura da marca, Go Further (Ir Mais Longe), que revela o objetivo de estar cada vez mais perto do consumidor, de maneira global, criativa, inspiradora e humana. A campanha do EcoSport, com forte presença no Facebook, YouTube e outras mídias sociais, mostra o sucesso dessa proposta. Combinando os elementos de talento e inovação, tecnologia acessível e pessoas servindo pessoas, a campanha mostrou o novo posicionamento global da marca.

HYUNDAI CAOA MONTADORA
Estratégia agressiva com investimento maciço em propaganda
A CAOA atribui boa parte de seu sucesso à estratégia de marketing para atingir a classe média alta, com objetivos claros e bem definidos. A comunicação baseia-se na reprodução das avaliações de prêmios concedidos por importantes publicações internacionais e exibição ostensiva dos diferenciais dos produtos, incluindo exclusiva garantia de 5 anos. Em 2012 foi traçada uma estratégia agressiva fundamentada no investimento maciço em propaganda.

IVECO LATIN AMERICA
Patrocínio do Corinthians
O patrocínio ao Corinthians nas semifinais e final da Copa Santander Libertadores 2012 foi um investimento de oportunidade da Iveco na estratégia de visibilidade. O objetivo da ação foi tornar mais visível o nome da montadora em momento importante de crescimento da empresa no Brasil e América Latina. Nos quatro jogos finais, a montadora teve a marca estampada para 150 milhões de espectadores (TV). O número de fãs da Iveco no Facebook saltou de 2.100 para mais de 120 mil pessoas durante a ação.

NISSAN DO BRASIL
Nissan, patrocinadora oficial das Olimpíadas/Paraolimpíadas Rio 2016
Escolhida pelo Comitê Rio 2016 patrocinadora oficial na categoria Automóveis, a Nissan fornecerá 4,5 mil veículos movidos a energia limpa para os dois eventos. A campanha publicitária com o filme “Olimpíadas” (TV aberta e ações nas redes sociais durante os jogos de Londres) anuncia o patrocínio e reforça a identificação da marca com o Brasil. Outra ação é o Time Nissan, de 30 atletas com potencial de medalhas em 2016. Cada um terá carro da marca e os mentores Hortência Marcari e Clodoaldo Santos.

VOLKSWAGEN DO BRASIL
Campanha publicitária do Fusca traz Chacrinha e Rivellino para a internet
Por meio de teasers no YouTube, com ícones como Chacrinha e Rivellino, a VW revive o Fusca gerando curiosidade do público para o lançamento da campanha publicitária iniciada em fevereiro de 2013. Inovadores e irreverentes, os teasers mobilizaram os internautas e se tornaram virais nas redes sociais. No filme "Chacrinha" há um recado bem humorado para o pessoal do futuro sobre o Fusca 2012. Em "Rivellino", são utilizadas imagens de uma entrevista do jogador fazendo referências ao Fusca atual.



MANUFATURA E LOGÍSTICA

DELPHI
Delphi concentra compras no Brasil e desenvolve fornecedores brasileiros
Em linha com a estratégia global da empresa em “comprar onde se consome e produzir onde se vende” a área de Compras da Delphi anunciou em 2012 o plano de ampliar o índice de nacionalização de componentes e dar continuidade à estratégia de concentrar a maior parte de suas compras no Brasil – minimizando o fator risco ao trazer um componente de longe, por exemplo. A previsão é que o atual índice de localização de 70% alcance a meta de 75% a 78% ainda em 2013.

MAN LATIN AMERICA
Flexibilização de processo produtivo garante competitividade
A empresa promoveu uma das maiores modificações e capacitações de linha previstas em curto tempo para a indústria automobilística. Foram três semanas para que a linha de produção dos veículos extrapesados TGX, que até então eram exclusivos na mesma, abrissem espaço à produção de veículos Micro Bus. O takt time do caminhão extrapesado passou por redução de 38%, com melhorias de linha e conceitos logísticos. Foi liberado espaço na linha principal para viabilizar os volumes de 2013.

MERCEDES-BENZ
Nova fábrica de caminhões em Juiz de Fora
A planta é das mais modernas e inovadoras em produção de caminhões. O I-Park, com fornecedores alocados na planta, agiliza a entrega de componentes na linha de montagem (just in sequence). A fábrica possui alta flexibilidade, otimização dos processos e da logística interna. Há portais de qualidade na linha de montagem, com estações de verificação e autocontrole da produção. É uma das únicas no mundo que faz uso dos avançados veículos autoguiados (AGVs) na linha de montagem.

RENAULT
Uma nova fábrica dentro da fábrica
O Complexo Ayrton Senna da Renault passou por transformações sem paralelo: durante oito semanas, a produção foi interrompida para uma grande operação que envolveu as áreas de carroceria, pintura, montagem e logística, além de toda a infraestrutura. A empresa “reconstruiu” uma nova fábrica dentro da fábrica já existente, em apenas dois meses. Da complexa tarefa participaram 120 empresas e 1,5 mil operários, empenhados em um projeto brasileiro e inédito no Grupo Renault.

VOLKSWAGEN DO BRASIL
Nova pintura na Volkswagen Taubaté
Inaugurada em 2012 a nova pintura (R$ 427 milhões e 64 mil m²) oferece a mais alta tecnologia mundial em equipamentos e eficiência ambiental, reduzindo em 30% o consumo de energia e em 20% a água por carro produzido e elevando a capacidade da fábrica para 1.300 veículos/dia. Inédito na região, o transportador das fases iniciais permite giro de 360º das carrocerias, melhorando a proteção anticorrosiva. 110 robôs tornam a pintura 100% automatizada. O processo elimina o primer e utiliza tintas à base d'água.



AUTOPEÇAS

ARTECOLA
Ecofibra Automotive
Empresa investiu R$ 25 milhões em pesquisa, equipamentos e matérias-primas para desenvolver a Ecofibra Automotive. O fornecimento de peças como porta-pacotes, medalhões e painéis de portas, revestimento lateral, de teto, assoalho e porta-malas avançou 57% em 2012. Reciclável, a ecofibra mescla polímeros com fibras naturais, como coco, madeira e cana-de-açúcar, e tem menor peso e tempo para produção de moldes e peças, melhor aparência, redução de ruído interno e de custo.

BOSCH
ABS para motos de baixa cilindrada
A Bosch desenvolveu ABS para motos de baixa cilindrada, contribuindo para reduzir o índice de fatalidades entre motociclistas. O ABS monitora a velocidade das rodas. Se uma roda ameaça bloquear em uma frenagem intensa ou em pistas escorregadias, o sistema regula a pressão de frenagem de forma direcionada, garantindo frenagem otimizada. Mantém-se a estabilidade e capacidade de manobra, mesmo em condições adversas do solo, reduzindo o risco de queda e encurtando a distância de frenagem.

DELPHI
Minicompressor variável para veículos compactos
Fabricantes de automóveis que lidam com o desafio de incluir em seus veículos soluções cada vez mais leves e compactas têm como aliado o novo “5MVC - Mini Compressor Variável” da Delphi, desenhado para atender necessidade de espaço reduzido e menor peso. O minicompressor apresenta vantagem no desempenho: um veículo equipado com este componente variável economiza 5% a 11% no consumo de combustível em relação a veículos equipados com compressores de deslocamento fixo.

MAN
Motores MAN D08 com EGR
Em resposta ao Proconve P7, que vigora desde 2012, a MAN desenvolveu o sistema EGR para os motores D08, dispensando a utilização do aditivo Arla 32, requerido pelos sistemas SCR. A empresa foi a única do segmento a oferecer esta alternativa e explica que a confiança na escolha foi tamanha que mudou o motor do líder de vendas, o VW Constellation 24.250. A estratégia se mostrou acertada, já que o VW Constellation 24.280 sagrou-se o caminhão P7 mais vendido do País em 2012, com 5.084 unidades.

UNICAMP
Powertrain para a Fórmula Elétrico SAE Brasil
O powertrain desenvolvido pela Unicamp na construção do veículo para disputar a Fórmula SAE Elétrica em 2012 apresentou bons resultado, permitindo à equipe sagrar-se campeã da categoria e em 2013 representar o Brasil em competições nos Estados Unidos e Italia (ATA). O projeto de P&D e manufatura envolveu 25 alunos, professores, empresas e teve apoio do Instituto de Pesquisas Eldorado; Höganäs AB; IDGMI, CPFL; Greenworks, SAE Brasil; Magnetti Marelli e Ekion para o domínio na engenharia automotiva de baterias, motores e eletrônica de potência.


AGENDA DO PRÊMIO REI 2013


Envio de sugestões
Até 17 horas do dia 1º de fevereiro de 2013

Anúncio dos indicados na primeira fase

15 de fevereiro de 2013

Início da segunda fase de votação

Votação com cédulas no IV Fórum da Indústria Automobilística e no Fórum RH na Indústria Automobilística. Votação eletrônica de 10 de abril a 31 de maio.

Divulgação dos vencedores e entrega de troféus
13 de junho de 2013

Automotive Business – Av. Iraí, 393, cjs. 52/53, Moema, 04082-001, São Paulo, SP, tel. 11 5095-8888.