Automotive Business
  
News Mobility Now

Opinião | Paulo Braga |

Ver todas as opiniões
Paulo Braga

05/05/2021

A escalada da Moura no segmento de baterias

A empresa integra o e-Consórcio da VWCO e aposta nas tecnologias do lítio


Caminhão elétrico da Volkswagen utiliza tecnologia de baterias de lítio da Moura

Em mais um passo importante na sua trajetória empresarial, o grupo Moura passou a integrar o e-Consórcio da Volkswagen Caminhões e Ônibus, que se prepara para entregar uma frota de 1.600 caminhões elétricos de distribuição urbana, adquirida pela Ambev. A empresa, que fornecerá o sistema de baterias dos veículos, é responsável na América do Sul pelos principais serviços de pós-venda e manutenção das baterias de íons de lítio produzidas pela gigante chinesa Contemporary Amperex Technology (CATL), com a qual também desenvolve e fornece soluções em sistemas de baterias para projetos de veículos elétricos nacionais. O mercado de veículos comerciais e pesados (como caminhões e ônibus) concentrará a maioria da demanda inicial e será atendido pela Moura e CATL na região.

O acordo para a entrega dos 100 primeiros caminhões elétricos e-Delivery à Ambev foi selado após dois anos de desenvolvimento do produto. A partir do segundo semestre de 2021, os veículos distribuirão as bebidas da Ambev utilizando energia limpa pelas ruas de São Paulo e Rio de Janeiro. A encomenda faz parte do compromisso da Ambev de receber os 1.600 caminhões Volkswagen elétricos na sua frota até 2023, um dos maiores anúncios do gênero no mundo.

CRESCIMENTO



Empresa 100% nacional, de capital fechado e com 63 anos de história, em março a Moura lançou uma nova identidade visual (leia aqui), que reflete as transformações que acontecem na companhia, depois de se consolidar como um player expressivo em seu segmento na América do Sul. A marca está presente em diversos segmentos – de telecomunicações e fontes renováveis a motos, veículos pesados e toda a gama de aplicações industriais – entregando tecnologia de ponta nos novos mercados de eletromobilidade e armazenamento de energia.


Fábrica da Moura em Belo Jardim (PE), especializada no setor automotivo

A Moura possui sete fábricas na América do Sul, sendo seis no Brasil (cinco em Belo Jardim/PE e uma em Itapetininga/SP) e uma unidade fabril na cidade de Pilar, na Argentina. O grupo tem empreendido expansão na América Latina, tendo encerrado o ano de 2020 presente em diversos países da região e se consolidando como uma das principais empresas com tecnologias avançadas no mercado de acumuladores elétricos, especialmente em baterias de lítio.

A Moura iniciou a produção da primeira bateria com tecnologia de íons de lítio em seu complexo fabril na cidade de Belo Jardim (PE), maior polo produtivo de baterias da América do Sul. A divisão Moura Tração Lítio, voltada para empilhadeiras, paleteiras, veículos utilitários elétricos, plataformas elevatórias e outros veículos elétricos industriais, é estratégica para a jornada de eletrificação de equipamentos para fábricas e centros de distribuição.

ESTRATÉGIA



“Integramos o grupo pioneiro de empresas que lidera o avanço da eletrificação veicular no Brasil”, destaca Fernando Castelão, diretor de transportadoras e geral de lítio do Grupo Moura, explicando que os investimentos da Moura na divisão de lítio concentram-se em projeto promissores, de alta tecnologia e segurança, a partir da união com parceiros mundiais consolidados.

Além disso, a Moura avança no desenvolvimento de soluções em baterias de lítio do tipo estacionárias para sistemas de telecomunicações, parques de geração de energia fotovoltaica e sistemas de armazenamento de energia. Nesse último mercado, a empresa se destaca com a primeira tecnologia com baterias inteiramente nacionais para sistemas de armazenamento de energia, que nasceu a partir do trabalho da Moura e do Instituto Tecnológico Edson Mororó Moura, parceiro tecnológico da empresa no Brasil.

Castelão explica que o Battery Energy Storage System (BESS) utilizado pela Moura é uma alternativa sustentável para a redução das emissões de gases de efeito estufa, além de oferecer para indústrias e estabelecimentos comerciais, mais segurança, economia e inteligência no uso da energia. O Moura BESS é composto basicamente por sistemas de acumuladores, com baterias e sistema de gestão (BMS), sistema de conversão de potência e painéis elétricos, além do sistema de gerenciamento de energia e sistemas auxiliares como HVAC, combate a incêndio, sensores e medidores de energia. A tecnologia pode estar armazenada em contêineres, salas de alvenaria ou contar com formato personalizado dependendo da necessidade do cliente.

ELETRIFICAÇÃO



Castelão observa que o segmento de veículos industriais tem apresentado amplo potencial de crescimento para eletrificação. São empilhadeiras, paleteiras, veículos utilitários, plataformas elevatórias, entre outros exemplos. Além da produção da Moura Tração Lítio, a Moura também fornece os carregadores para essas baterias.

Outro segmento de destaque é o automotivo pesado, onde a parceria entre a Moura e a Eletra, empresa referência em transporte público sustentável no País, viabilizou a produção dos primeiros modelos de ônibus elétricos e híbridos 100% fabricados no Brasil. Ainda nesse segmento, a Moura atua junto com a CATL no desenvolvimento de sistemas de baterias para veículos elétricos e sua produção em série, especialmente para ônibus e caminhões.

PRÓXIMOS PASSOS



Castelão considera que as perspectivas da Moura para os próximos anos são promissoras, baseadas na projeção de um forte crescimento do mercado de baterias, especialmente as de lítio. Segundo ele, hoje a Moura está preparada para dar suporte a clientes nos mais diversos segmentos: e-mobility (automóveis leves e pesados, motocicletas, bicicletas elétricas e outras aplicações), ferroviário, empilhadeiras e veículos industriais, estacionário (telecomunicações e geração de energia solar), além de sistemas de armazenamento de energia (BESS).

Segundo Castelão, o lançamento da nova marca representa um ciclo importante que começa em 2021, com melhoria contínua em seus serviços, especialmente os vinculados à transformação digital, como o site Moura.com e a plataforma online de vendas Mourafácil, onde o consumidor consegue escolher do seu computador, tablet ou celular, o modelo adequado de bateria para o seu veículo e, em até 50 minutos, ter o produto entregue e instalado. Recentemente a plataforma expandiu suas operações atuando com baterias pesadas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now