Automotive Business
  
News Mobility Now

Opinião | Rodnei Bernardino de Souza |

Ver todas as opiniões
Rodnei Bernardino de Souza

25/05/2021

Como o Itaú adaptou o serviço de financiamento de veículos às dificuldades enfrentadas no país?

Digitalização de processos e capacidade de entender as necessidades em cada jornada foram determinantes para resolver problemas de clientes, concessionários e lojistas


A pandemia do novo coronavírus trouxe muitos desafios ao setor de compra e venda de veículos. Medidas como o fechamento temporário das lojas e a necessidade de distanciamento social forçaram compradores e dealers a buscarem alternativas para prosseguirem em suas atividades. O Itaú Unibanco, ciente das dificuldades, disponibilizou alternativas para os dois lados.

Nossos processos são muito simples e fáceis de fazer. Hoje, temos financiamento de veículos sem nenhum tipo de papel, já que mais de 90% das transações podem ser feitas sem sair de casa, com assinatura digital em documento e via biometria. É mais seguro, econômico, simples e fácil, tanto para o cliente quanto para o concessionário. O serviço de financiamento de veículos é um bom exemplo de como as soluções trazidas pelo banco podem facilitar a vida dos clientes.

A digitalização foi fundamental no crescimento do Itaú durante a pandemia. Atualmente, nós temos um banco de dados com mais de 280 mil automóveis no iCarros. Além da oferta de veículos novos e usados, todo o processo de financiamento é digital. Também é possível precificar a taxa de juros de acordo com o perfil de risco do cliente. Fora outras virtudes, como zero de entrada e financiamento em até 60 meses.

Vale ressaltar, porém, que a praticidade das ferramentas digitais não foi nosso único trunfo durante a pandemia. Desde o início, tivemos a sensibilidade de entender o momento de maior dificuldade pelo qual os clientes estão passando e conseguimos assisti-los quando precisaram de mais carência ou mesmo realizar algum tipo de negociação.

Os concessionários e lojistas também foram assistidos de perto pelo banco: intensificamos os trabalhos nas ferramentas digitais. Estabelecemos uma conexão digital com todas as lojas do país. Portanto, nossa força comercial continua próxima e conversando com os parceiros diariamente, mesmo quando há fechamento do comércio em algumas partes do País. Tomamos algumas providências relevantes, como facilitar os processos de linha de crédito e oferecer diversos serviços online para quem já teve problemas de fluxo de caixa.

Ao ouvirmos os clientes, notamos o quanto todas essas medidas foram essenciais para ajudá-los em um momento em que a busca por um veículo representa mais do que a aquisição de um bem, e sim uma forma de se proteger da pandemia. Identificamos uma queda na busca pelo transporte público e, com isso, o consequente aumento na procura pelos carros.

Felizmente, estávamos presentes no momento certo, proporcionando fôlego para clientes, concessionários e lojistas enfrentassem as dificuldades de forma sustentável. Vemos, agora que o mercado continua demandante e segue crescendo, mesmo em meio à pandemia.


*Rodnei Bernardino de Souza Conexão é diretor de Negócios Veículos do Itaú.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now