Automotive Business
  
News Mobility Now

Opinião | Luiz Bellini |

Ver todas as opiniões
Luiz Bellini

26/05/2021

A reinvenção da indústria de eventos

O objetivo de proporcionar ao mercado encontros e oportunidades físicas e virtuais de forma constante


Em tempos de distanciamento social, como se dá a continuidade da geração de negócios sem os eventos presenciais? Há alternativa? Sim, há. A partir de um consistente portfólio de iniciativas digitais.

Tradicionalmente, os grandes eventos de negócios geram resultados para as empresas expositoras a partir de experiências e conexões de interesses com os visitantes durante 4 ou 5 dias. Seja por meio de demonstração de produtos e lançamentos ou ativações de marketing.

Eventos presenciais não perderão essa essência. Continuarão a ser a consolidação do core business das organizações, com a geração de negócios baseada no encontro dos interesses dos visitantes com os produtos e serviços dos expositores. Eventos pós-pandemia mostraram que a necessidade de visitar feiras e fazer negócios presencialmente ficará mais forte.

Mas, as feiras físicas não são mais a única realidade ou modo de relacionamento entre compradores e vendedores. Os eventos transformaram-se em plataformas exponenciais. A promotora de um grande evento deve aproveitar o hiato entre as edições de uma feira, seja anual ou bienal, para conduzir uma série de iniciativas digitais de forma constante, criando relacionamento permanente entre expositores e visitantes. A partir disso, é possível criar oportunidades de negócios de forma perene.

Um exemplo bastante concreto dessa onda crescente de conexão virtual com o público de interesse é a criação das plataformas digitais da Reed Exhibitions, as quais irão concentrar o relacionamento constante entre expositores e visitantes. As plataformas lançadas há pouco menos de um mês, para diversos eventos, já receberam mais de 30.000 inscrições e mais de 750 empresas ingressaram neste mundo digital. Isso é só o começo.

O LINK FENATRAN, plataforma digital da FENATRAN, entrou no ar recentemente para proporcionar ao mercado encontros e oportunidades virtuais de negócios entre fabricantes, sistemistas, revendedores e toda uma ampla rede que movimenta os negócios da indústria de transporte rodoviário de carga e logística. A Rota Digital Fenatran contará com amplo conteúdo sobre o mercado de caminhões, implementos, frotas, intralogística, entre outros, além da constante interatividade com os produtos das marcas. Com esse recurso, a FENATRAN, que contou com uma presença física em sua última edição de 65 mil visitantes, poderá atingir um público físico e digital somados para cerca de 500 mil pessoas de forma direta. Ao longo do ano, esse alcance poderá ser maior, potencializando todas as formas de negócios possíveis.

As promotoras dos grandes eventos estão, assim, buscando cada vez mais pavimentar e criar experiências nos palcos presenciais, além de ampliar o alcance das oportunidades virtuais para que as empresas e seus públicos estejam em constante contato (físico) e conexão (digital). O mercado não pode parar e o relacionamento entre expositor e visitante será constante.

*Luiz Bellini é diretor de Portfólio da Reed Exhibitions.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now