Agrale lança chassi de ônibus de 17 toneladas

Chassi MA 17.0 da Agrale ingressa a montadora no segmento mais disputado do mercado

Por REDAÇÃO AB
  • 05/07/2013 - 19:47
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura
    A Agrale inicia neste mês as vendas de seu novo chassi de ônibus M 17.0 de 17 toneladas com motor dianteiro que atenderá tanto o segmento urbano como o de fretamento, passando a ser o de maior capacidade de carga produzido pela marca. O modelo faz parte da linha de chassis com motorização frontal para micro, midibus e ônibus e foi apresentado durante a Transpúblico 2013, feira de transporte realizada de 3 a 5 de julho em São Paulo, ao lado dos modelos MA 10.0, da categoria micro, e do midibus MA 15.0.

    Equipado com motor MWM de seis cilindros que desenvolve até 225 cv de potência, o chassi M17.0 admite carrocerias de até 12,5 metros de comprimento. Tem transmissão Eaton FSO mecânica de seis marchas, suspensão com molas semielípticas da dianteira e traseira, direção hidráulica. O modelo entra para o segmento mais disputado do mercado, que representa 40% das vendas totais de chassis de ônibus no Brasil.

    Já a nova versão do chassi para micro-ônibus MA 10.0 agora com freios ABS de série é indicada em aplicações rodoviárias e de fretamento para a versão de 4,8 metros de entre-eixos que permite carrocerias de até 9,3 metros de comprimento, enquanto a versão de 4,5 metros de entre-eixos é indicada para uso urbano/severo, com carrocerias de até 8,69 metros. Ambas as opções são equipadas com motor MWM de 165 cv de potência e traz como opcional a suspensão dianteira pneumática.

    No segmento médio, a Agrale oferece o MA 15.0, que permite um maior número de passageiros se comparado com o micro-ônibus de 10 toneladas. Indicado para aplicações urbanas ou intermunicipais de curtas e médias distâncias, o modelo vem com motor MWM com potência de 190 cv e transmissão Eaton de seis velocidades, com entre-eixos de 4,3 metros a 5,2 metros.

    Além desses três modelos, a gama Agrale oferece mais três entre 8 e 12 toneladas de PBT totalizando seis chassis para ônibus.