Audi apresenta seis novos modelos no Salão do Automóvel

Audi R8 GT Spyder

Por CAMILA FRANCO, AB
  • 23/10/2012 - 21:00
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura
    A alemã Audi trouxe para a 27ª edição do Salão do Automóvel de São Paulo uma gama recheada de lançamentos. No total foram apresentados para a imprensa na terça-feira, 23, seis novos modelos: os compactos A1 Quattro e A3 Sport, os sedãs S6, S7 e S8 e o superesportivo R8 GT Spyder.

    O Audi R8 GT Spyder, com motor V10 de 560 cavalos, acelera de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos e chega a 317 km/h. É o modelo mais caro da marca a ser vendido no Brasil: R$ 1,2 milhão. Segundo Leandro Radomile, presidente da Audi, das 333 unidades do superesportivo que devem ser comercializadas no mercado mundial, apenas duas virão para as mãos de consumidores brasileiros.

    O compacto A3 Sportback de cinco portas estreará no mercado nacional em janeiro próximo com 13 opções de cores. Enquanto seu comprimento (4,3 metros), largura (1,78 m) e altura (1,4 m) são apenas um pouco maiores do que no modelo anterior, a distância entre-eixos faz diferença: mede 2,6 metros, 58 milímetros a mais do que na versão anterior. Será vendido com três opções de motorização.

    O Audi A1 Quattro, como o nome sugere, tem tração integral permanente que atua nas quatro rodas do veículo. Também limitado a 333 unidades - todas na cor branca metálica com teto pintado em preto de alto brilho -, o compacto premium é equipado com motor 2.0 TFSI, que produz 256 cavalos de potência e 350 Nm de torque, vai de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos e alcança velocidade máxima de 245 km/h. “Este novo modelo vem para complementar a família A1, que em 2012 foi responsável por 32% das vendas da Audi no Brasil”, afirma Radomile.

    Para fechar o pacote há os sedãs S6, S7 e S8. O S6, vendido nas versões Limo e Avant, leva a mesma motorização do Audi S7 Sportback, o propulsor V8 4.0 de 420 cavalos, com transmissão de sete velocidades e tração integral Quattro. O estilo e o acabamento, porém, se diferem nos modelos para conquistar públicos distintos. O Audi S7 Sportback tem design mais arrojado e contemporâneo visando consumidores mais jovens, enquanto o S6 é um veículo esportivo para a família. Já o sedã de luxo S8 é o topo de linha da gama S, com design de interior e exterior mais requintado. É movido pelo motor 4.0 de 520 cavalos, com aceleração de 0 a 100 km/h em 4,2 segundos e velocidade máxima de 250 km/h.

    MERCADO

    De acordo com o presidente da Audi, a marca alemã acumula crescimento de 12,8% nas vendas mundiais este ano, liderando na Europa e China. No Brasil, o aumento das vendas no acumulado do ano é de 5%. E considerando apenas os dias de outubro, a participação da Audi no mercado interno é de 26%.