Audi promove estreia mundial de dois modelos 100% elétricos na Alemanha

Estreia mundial: Audi e-tron GT (à esq.) e RS e-tron GT

Por REDAÇÃO AB
  • 09/02/2021 - 19:01
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 2 minutos de leitura

    A Audi apresentou na terça-feira, 9, mais dois modelos totalmente elétricos, o e-tron GT quattro e a sua versão mais “nervosa”, a RS e-tron GT. Como o nome indica, são dois Gran Turismo, com carroceria cupê quatro-portas e design que, de acordo com a montadora, será o padrão para os futuros modelos elétricos da montadora. Para se ter ideia, a carroceria do e-tron GT possui coeficiente aerodinâmico de apenas 0,24 (como comparação, basta lembrar que o Nissan Leaf – que também possui ótima aerodinâmica, tem 0,28).





    Ao contrário do que se poderia esperar de um “esportivo sustentável”, o e-tron GT não é compacto. Ao contrário, ele possui 5 m de comprimento, 1,96 de largura e 2,90 m de entre-eixos, com porta-malas capaz de acomodar 405 litros de bagagem no GT e 366 litros no RS. Um bagageiro adicional na dianteira tem espaço suficiente para 85 litros adicionais de objetos.


    Autonomia do e-tron GT pode chegar a 487 km

    Os dois modelos possuem motores elétricos nos dois eixos, que proporcionam tração nas quatro rodas na maior parte do tempo, e somente no modo de condução “Efficiency” a tração passa a ser dianteira. Segundo a Audi, o e-tron GT pode acelerar de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos e atingir 245 km/h de velocidade máxima, enquanto o RS e-tron GT parte da imobilidade aos 100 km/h em 3,3 segundos e chega a 250 km/h.


    Potência total do RS e-tron é de 598 cavalos

    O motor dianteiro do e-tron GT entrega o equivalente a 238 cavalos, enquanto o traseiro produz cerca de 435 cavalos. Ambos, porém, mantém uma reserva de potência para situações extremas (função Boost), e por isso, a soma das potências disponíveis é maior do que a anunciada pela montadora (475 cavalos). No RS, a potência conjunta é de 598 cavalos, aproximadamente. A autonomia, ainda segundo a fabricante, pode chegar a 487 km no e-tron GT, e 472 km no RS. A Audi do Brasil anunciou que os dois modelos estarão disponíveis no Brasil ainda neste ano, mas não divulgou mais detalhes sobre versões, acabamento ou preços.


    Interior do e-tron GT é luxuoso como o dos demais modelos da marca

    “O e-tron GT é um gran turismo reinterpretado para o futuro; sua aparência é um testemunho do novo design automotivo premium”, afirmou Markus Duesmann, CEO da Audi.