Autopeças: faturamento cresce 5,7% até agosto

Exportações, no entanto, caíram 21,3% no confronto com igual período de 2012

Por REDAÇÃO AB
  • 15/10/2013 - 09:53
  • | Atualizado há 2 months
  • 39 segundos de leitura
    O faturamento da indústria de autopeças, em reais deflacionados, cresceu 5,7% no acumulado de janeiro a agosto e apenas 0,55% de julho em relação ao mês posterior, segundo levantamento mensal feito pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) com 87 empresas associadas que representam 29,8% das vendas totais de autopeças no Brasil. Nos últimos 12 meses, até agosto, o desempenho manteve-se praticamente estável, com leve crescimento de 0,03%.

    A evolução acumulada das vendas reais por segmento dois oito primeiros meses de 2013 assinalou taxa de crescimento de 11,8% das vendas para as montadoras, que se explica pelo aumento da produção brasileira de veículos. Seguindo a mesma base de comparação, as vendas reais para reposição evoluíram 4,7%. As vendas intrassetoriais e as exportações tiveram retrações, respectivamente, de 7,8% e 21,3%.

    O Sindipeças atribui o declínio acentuado das exportações às dificuldades competitivas das autopeças em seus principais mercados compradores internacionais. Para ver o estudo completo do Sindipeças, clique aqui.