Autopeças têm queda de 13,5% no faturamento

Retração nas vendas de componentes às montadoras supera os 17%

Por REDAÇÃO AB
  • 08/10/2014 - 18:50
  • | Atualizado há 2 months
  • 39 segundos de leitura
    As vendas do setor de autopeças de janeiro a agosto foram 13,5% menores que as de igual período de 2013. Novamente, houve queda em todos os segmentos de mercado: 17,2% para montadoras, 11,9% nas intrassetoriais, 4,4% em exportação e 4% nas vendas ao mercado de reposição. Os números foram divulgados na quarta-feira, 8, pelo Sindipeças, Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores.

    - Veja aqui o estudo do Sindipeças

    O levantamento é feito mensalmente com 87 empresas associadas à entidade e que representam 30,5% das vendas totais de autopeças no Brasil.

    Outro índice negativo divulgado pelo Sindipeças refere-se ao emprego nacional do setor, que recuou 4,25% no acumulado até agosto no confronto com igual período de 2013. Em Minas Gerais registram-se índices negativos no emprego desde novembro do ano passado. Em agosto chegou-se a -15%. A capacidade ociosa do setor teve alta de 4,9% no período janeiro-agosto de 2014 ante os mesmos meses do ano anterior.