Bosch somou quase R$ 7 bilhões em vendas na América Latina em 2020

Unidade da Bosch em Campinas (SP)

Por REDAÇÃO AB
  • 10/05/2021 - 18:02
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura
    A Bosch divulgou, por meio de comunicado na segunda-feira, 10, que fechou o ano fiscal de 2020 com vendas totais de R$ 6,9 bilhões na América Latina – incluindo exportações e venda de empresas coligadas. Esse número, de acordo com a empresa, representa um aumento de aproximadamente 6% na comparação com o resultado do ano anterior.

    As atividades da empresa no Brasil, segundo o comunicado, responderam por 74% do volume de vendas na região – que proporcionaram faturamento de R$ 5,1 bilhão –, sendo que 26% desses negócios foram exportações para mercados da América Latina, América do Norte e Europa.

    “Diante de todos os desafios e incertezas que a pandemia da Covid-19 trouxe, a retomada gradativa dos negócios foi positiva ao longo do segundo semestre de 2020, principalmente nas áreas de bens de consumo e de reposição automotiva”, declarou Besaliel Botelho, presidente da Robert Bosch América Latina. “Esse resultado vem consolidar a nossa estratégia de longo prazo, que visa levar nosso know-how em desenvolvimento de tecnologias e serviços para diferentes setores de negócios, como mobilidade, construção, agronegócio e indústria 4.0 entre outros”, completou.

    NOVOS INVESTIMENTOS NO BRASIL



    A Bosch anunciou ainda que vai investir R$ 170 milhões no País com a transferência da linha de injetores diesel commom rail dos Estados Unidos para Curitiba (PR), onde a empresa já possui um centro de desenvolvimento de plataformas desses sistemas para o mercado global. Com isso, a fabricante estará pronta para atender não só a demanda local (quando o Proconve P8 entrar em vigor), mas diversos mercados, já que o programa nacional equivale ao Euro 6.

    “Com a localização, conseguimos ganhar mais produtividade, eficiência, qualidade e excelência na produção e comercialização de produtos para atender tanto a demanda local quanto a exportação”, declarou Botelho. Ainda de acordo com o comunicado, o ano de 2021 vem se mostrando tão desafiador quanto o anterior, mas a Bosch planeja seguir crescendo em vendas de forma moderada e mantém sua estratégia de longo prazo para a América Latina.