Bravo Motor promete investir R$ 25 bilhões para fazer elétricos em Nova Lima (MG)

Representantes da Bravo Motor e da prefeitura e o vice-governador estavam presentes ao anúncio da nova fábrica em Nova Lima

Por REDAÇÃO AB
  • 25/05/2021 - 19:10
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    A argentina Bravo Motor Company e a prefeitura de Nova Lima (MG) assinaram nesta terça-feira, 25, uma carta de intenções para a instalação de uma fábrica de veículos elétricos e de baterias no município, com investimento estimado em R$ 25 bilhões e a geração de 10 mil empregos, de acordo com comunicado divulgado pela prefeitura.

    O objetivo da empresa é produzir baterias de lítio para abastecer seus veículos e também para fornecer a outras montadoras que tenham interesse em fabricar modelos elétricos, disse diretor-executivo da Bravo, Eduardo Javier Muñoz, em entrevista ao Valor Econômico . No início, essa produção de baterias se destinaria à exportação para a Europa.

    Publicidade



    Segundo a prefeitura de Nova Lima, que faz parte da região metropolitana de Belo Horizonte, o início das obras está previsto para o quarto trimestre de 2021, enquanto o início da produção seria a partir do primeiro trimestre de 2023. A empresa estima que no ano seguinte mais de 40 mil conjuntos de baterias sejam produzidos.

    De acordo com o comunicado da prefeitura, a futura fábrica fará parte do Parque Industrial Colossus Cluster, que ficará próximo à BR-040. “Os veículos elétricos produzidos no Colossus Cluster Nova Lima terão como principal aplicação o transporte compartilhado, podendo ser produzidos diversos modelos, dentre eles, ônibus, vans e carros de pequeno porte. Eles utilizarão tecnologia de última geração, tais como algoritmos de Inteligência Artificial, proporcionando maior conforto, agilidade e segurança aos usuários”, detalha o informe.

    A Bravo Motor Company é uma empresa que foi fundada na Argentina em 2008, mas está sediada em Merced, na Califórnia (EUA). Ainda não se tem notícia de que a empresa tenha produzido nenhum veículo, há apenas um protótipo de um carro subcompacto urbano (chamado Rod-on) e vários projetos de veículos para uso individual e coletivo, alguns deles autônomos, além de painéis solares e postos de recarga.

    Quem também comemorou o anúncio foi o prefeito de Nova Lima, João Marcelo Dieguez. “Teremos a primeira fábrica de carros elétricos da América Latina instalada na nossa cidade. As condições oferecidas por Nova Lima foram determinantes na escolha pelo município.”

    Também estava presente na solenidade o vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant. “A Bravo significa o futuro, a ciência, tecnologia, sustentabilidade e cooperação. Nova Lima, que tem toda uma tradição na mineração, agora, também é o futuro”, comentou.