Caoa completa 35 anos de atuação no mercado

Da primeira concessionária à uma das mais de 140 pertecentes ao grupo atualmente.

Por REDAÇÃO AB
  • 30/05/2014 - 19:05
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura
    O Grupo Caoa, importador oficial das marcas Hyundai e Subaru no Brasil e que foi fundado pelo médico e executivo Carlos Alberto de Oliveira Andrade, comemora 35 anos em maio de 2014.

    Atualmente o Grupo Caoa é formado por mais de 140 concessionárias das marcas Ford, Hyundai e Subaru, além de acumular a gestão de mais de 40 concessionárias independentes responsáveis pela comercialização de modelos Hyundai importados.

    HISTÓRIA

    A primeira concessionária do grupo, da marca Ford, foi adquirida em 1979, mas faliu antes mesmo de entregar o seu primeiro veículo. Cerca de 6 anos após ter aberto sua primeira concessionária, a Vepel, a Caoa alcançou o patamar de maior revendedora Ford de toda a América Latina.

    Mas a expansão da empresa só foi acontecer em 1992, quando o Brasil abriu as portas para a importação de veículos. Nos anos seguintes a Caoa tornou-se importador oficial de marcas relevantes no cenário mundial automotivo. Em 1998 passou a representar a fabricante japonesa Subaru, triplicando as vendas da marca em menos de um ano.

    Em 1999, a Hyundai também passou sua representação para a Caoa no Brasil, depois de passar pelas mãos de outros dois distribuidores. Em dois anos, o importador transformou a Hyundai na marca líder do mercado de importados e o Tucson virou referência do segmento de utilitário esportivo.

    Em 2007, o fundador do grupo deu mais um passo importante na indústria automobilística brasileira ao inaugurar a fábrica da Hyundai Caoa, em Anápolis (GO), com investimento de R$ 1,2 bilhão. No último trimestre de 2013 a planta, que já produzia o Tucson, HR e o HD78, passou por um novo ciclo de investimento para dar início à produção do ix35. O aporte de R$ 600 milhões garantiu aperfeiçoamentos na linha de montagem com a inclusão de 10 robôs, responsáveis por cerca de 50% do trabalho de soldagem. Em maio de 2014 saiu da linha de montagem da CAOA o ix35 de número 10.000.