CES quer driblar a pandemia de 11 a 14 de janeiro

Covid-19 obrigou evento de tecnologia a mudar para o formato 100% digital

Por PAULO RICARDO BRAGA, AB
  • 11/01/2021 - 13:30
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 41 segundos de leitura
    Desta vez não teve jeito: com o recrudescimento da pandemia do coronavírus, a CES – Consumer Electronic Show cancelou a exposição presencial tradicional que sempre ocorreu no início do ano em Las Vegas, nos Estados Unidos. Este ano o evento será 100% virtual, no período de 11 a 14 de janeiro.

    A CES, promovida pela Consumer Technology Association, é considerada o principal evento de tecnologia do mundo e palco para o lançamento de produtos e serviços inovadores, reunindo diversos segmentos e um número cada vez maior de participantes do setor automotivo global. Entre eles, este ano estão participando fabricantes de veículos como BMW, General Motors, Mercedes-Benz, bem como alguns de seus principais fornecedores mundiais como Bosch, Continental, ZF e Bridgestone.

    A primeira edição do Consumer Electronic Show foi realizada em 1967, com a participação de 250 expositores e a presença de 17.500 visitantes no evento na cidade de Nova York. Cerca de 4.500 expositores estiveram presentes na CES de 2020 em Las Vegas. Menos de um terço desse total estará expondo seus produtos virtualmente este ano.