Eletra entregará mais 60 trólebus para São Paulo

Novo lote vai para a operadora Ambiental Trans e custará R$ 13,6 milhões

Por REDAÇÃO AB
  • 08/04/2013 - 18:03
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    A Eletra, fabricante especializada em tecnologia de tração elétrica para trólebus, assinou um contrato no valor de R$ 13,6 milhões para a produção de 60 unidades para a Ambiental Trans, operadora do sistema na capital paulista. Os sistemas com motor de tração Weg equiparão chassis Scania de 15 metros que serão encarroçados pela Caio/Induscar. A tecnologia de tração 100% nacional dispõe de sistema autônomo para se deslocar por até sete quilômetros, informa a empresa.

    “Quase todas as ocorrências que interrompem a rede são por trechos de no máximo três quilômetros: além de evitar a interrupção do sistema, os trólebus com autonomia evitam a eletrificação das garagens já que podem se locomover sem rede”, diz Iêda Maria Oliveira, gerente comercial da Eletra.

    Os chassis têm três eixos e capacidade total para 101 passageiros sentados e em pé. Contam com piso baixo e rampa para acesso de pessoas com mobilidade reduzida, além da iluminação com lâmpadas de LED. O contrato inclui ainda a produção de mais dez sistemas de tração para trólebus de 12,5 metros com chassi MAN Volksbus e carroceria Caio/Induscar. Neste caso, os veículos não têm sistema autônomo e tem capacidade para até 96 passageiros.

    Com este novo lote, que deve ser entregue até setembro deste ano, a Eletra soma 215 trólebus produzidos para o sistema na grande São Paulo entregues desde janeiro do ano passado, dos quais 20 unidades foram para a Metra, que administra o corredor ABD (leia aqui) e os demais 128 trólebus entregues à Viação Himalaia, que atua na Zona Leste da capital (leia aqui).