EUA anunciam US$ 1 bi para carros verdes

País quer que indústria reduza dependência do petróleo

Por Automotive Business
  • 08/03/2012 - 12:26
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 2 minutos de leitura

    <style type="text/css"> .texto { font-family: Verdana, Geneva, sans-serif; font-size: 10px; color: #666; } .texto { text-align: left; } </style>

    NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
    EmailRSSTwitterWebTVRevistaMobileRede Social


    Redação AB

    O governo dos Estados Unidos anunciou um pacote de US$ 1 bilhão em incentivos para que as montadoras invistam no desenvolvimento de veículos eficientes. No discurso em que anunciou a medida, o presidente do país, Barack Obama, pediu que a indústria automobilística reduza sua dependência do petróleo.

    "O investimento em energias limpas nunca foi tão promissor. Não se pode esperar mais", declarou Obama durante sua visita a fábrica da Daimler, na Carolina do Norte, onde são produzidos caminhões movidos a gás natural.

    O valor anunciado se encaixa no programa EV Everywhere (veículo elétrico em todo lugar, na tradução do inglês), que considera investimento em inovação, pesquisa e desenvolvimento para a criação de baterias mais modernas, novas tecnologias de sistema de transmissão elétrica, estruturas mais leves para os veículos e nova tecnologia para carregamento mais rápido de modelos elétricos e híbridos plug-in. Com esse novo incentivo, a ajuda do governo para as mudanças na mobilidade do país soma US$ 4,7 bilhões.

    Em seu discurso, Obama também disse que “não há uma solução fácil” para o aumento dos preços da gasolina e é necessário, além de aumentar a extração de petróleo e gás natural, promover as energias renováveis como eólica, biocombustíveis, solar e nuclear. O presidente informou que os Estados Unidos elevaram a um nível recorde sua exploração de petróleo e que o aumento dos preços da gasolina se deve a uma causa que persistirá no longo prazo: o aumento da demanda de petróleo na China, Índia e Brasil.

    Por enquanto, a aceitação de veículos elétricos e híbridos é baixa nos Estados Unidos, a oferta desses produtos no país não chega a 2% do mercado total. Lá são vendidos os modelos Chevrolet Volt e Nissan Leaf entre outros híbridos. Um exemplo da baixa popularidade é a interrupção por cinco semanas da produção Chevolet Volt, anunciada pela General Motors nesta semana devido à alta dos estoques (leia aqui).

    Com informações da Agência EFE.