Exportação de veículos acumula queda de 15% no trimestre

Perspectiva de comércio externo já era ruim por causa da crise argentina e piorou com medidas contra o coronavírus

Por MÁRIO CURCIO, AB
  • 06/04/2020 - 17:10
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    A exportação de veículos também sofreu reflexos da Covid-19 em março. O mês teve 30,8 mil embarques na soma de automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. O número foi 18,3% menor que o de fevereiro e 21,1% mais baixo que o de março de 2019. No acumulado do ano as exportações totalizaram 89 mil unidades, 14,9% a menos que no primeiro trimestre do ano passado.

    A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) já sinalizava em janeiro a perspectiva de queda de 11% nos embarques anuais por causa da retração de vendas no país vizinho. Os efeitos do coronavírus vão aprofundar ainda mais essa retração.

    "Já tínhamos muita dificuldade com a Argentina e agora parou. Os mercados de todos os países na América do Sul também estão parados”, recorda o presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes.

    “Devemos receber alterações de volumes de pedidos importantes nos próximos dias. A queda nas exportações será ainda pior do que esperávamos", lamenta o executivo.



    Em 2019 as exportações já foram ruins ao somar 428,2 mil unidades (31,9% abaixo de 2018) e a estimativa inicial para 2020 ano era de 381 mil veículos. A Anfavea evitou soltar novas projeções porque não se sabe ainda por quanto tempo a indústria e o mercado serão afetados pela pandemia, nem no mercado interno, nem nos principais parceiros comerciais.

    A queda nas exportações em março em relação a fevereiro foi determinada pelos veículos leves (29,5 mil unidades, -18,8%) e também pelos ônibus (307 unidades, -29,6%).

    Os caminhões somaram 969 mil embarques em março, 8% a mais que em fevereiro, e ainda acumulam alta de 9,5% no trimestre. O crescimento se apoiou nos modelos pesados.

    EXPORTAÇÃO EM VALORES ACUMULA 21,1% DE QUEDA


    No mês de março a indústria exportou US$ 709,9 milhões em veículos. O total revela queda de 1,5% na comparação com fevereiro. O confronto com março de 2019 mostra recuo de 16,6%.

    “O acumulado do ano resulta em queda de 21,1% em relação ao primeiro trimestre de 2019, quando já enfrentávamos uma crise no comércio externo”, recorda Moraes.



    - Faça aqui o download dos dados da Anfavea
    - Veja outras estatísticas em AB Inteligência