Fábrica brasileira da Dunlop começa a operar em outubro

Renato Baroli, gerente comercial e de marketing da Dunlop

Por CAMILA FRANCO, AB
  • 16/04/2013 - 23:50
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura
    A Dunlop, fabricante de pneus comandada pelo grupo japonês Sumitomo Rubber Industries, anunciou durante a Automec (feira internacional de autopeças que acontece de 16 a 20 de abril em São Paulo) que começará a produzir pneus (da marca Dunlop e também da Falken no caso de segmento tuning e off-road) para veículos de passeio, SUV e vans em outubro próximo na fábrica que constrói em Fazenda Rio Grande, na região metropolitana de Curitiba (PR).

    A planta recebeu investimento de R$ 560 milhões, empregará 1,5 mil trabalhadores e deve produzir inicialmente 1,5 mil pneus por dia. Os produtos atenderão montadoras instaladas no Brasil e também o mercado de reposição, que contará com 50 lojas oficiais da marca até o fim de 2013.

    De acordo com Renato Baroli, diretor comercial e de marketing da Dunlop, em maio, com a chegada do maquinário, serão iniciados os primeiros testes de produção até que, em outubro, com tudo pronto, os primeiros pneus já poderão ser comercializados. “A nossa estratégia de vendas visa atender todo o território nacional, mas com distribuidores exclusivos em cada região. É por isso que nos concentraremos em 50 concessionárias”, explicou Baroli.

    A meta da empresa é ampliar a produção diária para 15 mil pneus até 2015. “Até lá vamos fabricar pneus para veículos pesados e também estaremos exportando para América do Sul e Central.”

    A Dunlop do Brasil espera abocanhar 10% do mercado interno nos próximos dois anos. Se esse objetivo for atingido, as suas operações representarão apenas 2% do faturamento da gigante Sumitomo, que detém 30% de market share no mercado de pneus japonês.

    Atualmente, todos os produtos vendidos pela Dunlop no País são importados do Japão e de outras plantas do grupo ao redor do mundo.