Fábrica da Hyundai em Piracicaba volta a operar em três turnos

Primeiro turno retoma operações após 44 dias; unidade utilizava sistema de rodízio entre os períodos

Por REDAÇÃO AB
  • 10/08/2020 - 15:29
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    O primeiro turno da fábrica da Hyundai em Piracicaba (SP) retorna ao trabalho na segunda-feira, 10, após 45 dias devido a um sistema de rodízio da suspensão dos contratos de trabalho implantado pela empresa em junho (leia aqui). Com isso, a unidade volta a operar integralmente com seus três turnos de trabalho, o que não acontecia desde 27 de abril. Naquele mês, a empresa paralisou totalmente sua linha de produção por causa da pandemia. A unidade paulista é responsável pela fabricação do HB20 (todas as versões) e do SUV Creta.


    A primeira paralisação entre o fim de março e o fim de abril se deu por meio de férias coletivas para os quase 2,7 mil funcionários dos três turnos de Piracicaba. No fim de abril, a companhia decidiu adotar pelo período de um mês a suspensão temporária dos contratos de trabalho (layoff) por meio da atual lei federal (antiga MP 936) a fim de assegurar os empregos.

    Em 13 de maio, a Hyundai voltou a operar apenas com o primeiro turno, enquanto os demais turnos continuavam afastados com a prorrogação do layoff. Terminado este período, no fim de junho, a empresa adotou um rodízio da suspensão dos contratos para adequar o ritmo da produção ao nível mais baixo de demanda resultante da pandemia. Com isso, no dia 26 de junho, segundo e terceiro turno voltaram a trabalhar, enquanto o primeiro turno retornou para o layoff pelo período de 14 dias, que terminou nesta segunda-feira, 10.

    Em comunicado, a Hyundai informa que segue acompanhando as medidas para a retomada gradual da economia e ressalta que “qualquer alteração do cenário atual poderá implicar uma nova redução dos turnos de trabalho na fábrica, conforme o caso”.