Fábrica Volkswagen de São Carlos faz 20 anos

Unidade produz motores para mercado local e exportação

Por REDAÇÃO AB
  • 11/10/2016 - 15:05
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 2 minutos de leitura
    A fábrica de motores da Volkswagen, na cidade de São Carlos (SP), comemora no dia 12 de outubro 20 anos. O primeiro propulsor feito na unidade foi o EA 111 1.0. Desde a inauguração, a fábrica teve sua área construída duplicada (atualmente em 87 mil metros quadrados) e recebeu mais de R$ 1 bilhão em investimentos.

    É nesta fábrica que são produzidos atualmente os motores EA211 de três e quatro cilindros nas versões 1.0 MPI, 1.0 TSI, 1.4 TSI e 1.6 MSI que equipam Up!, Cross Up!, Fox, CrossFox, SpaceFox, Space Cross, Golf, Gol, Voyage e Saveiro. A unidade também está comemorando 10 milhões de motores produzidos. O marco foi atingido com um 1.0 TSI de 125 cavalos, que equipa o Golf.

    Em São Carlos também é feito o EA111 1.6, utilizado nos modelos Gol, Fox, Voyage, SpaceFox e Saveiro. Para o mercado brasileiro, 100% dos carros recebem a tecnologia bicombustível. Para o mercado externo são enviados motores a gasolina.

    “A fábrica tem reforçado sua importância entre as unidades de motores do Grupo Volkswagen e contribui para a consolidação no mercado brasileiro”, disse o presidente e CEO da Volkswagen do Brasil e América do Sul, David Powels.

    A unidade teve algumas conquistas importantes desde 1996. Foi a primeira a produzir um motor 1.0 bicombustível do Brasil (2003); a primeira a fabricar no País um 1.0 de três cilindros e 12 válvulas (2012) e também a primeira a fazer no Brasil um propulsor 1.0 flex com turbo e injeção direta de combustível (2015).

    No fim de 2015 São Carlos foi escolhida entre outras fábricas de motores do grupo para exportar blocos 1.0 de três cilindros para a produção de propulsores que equipam Polo e Up! na Europa.

    Com três prédios produtivos – EA111, EA211 e de usinagem e montagem de cabeçotes –, conta com três linhas de montagem de motores, quatro linhas de usinagem de blocos, uma linha de usinagem de virabrequim, duas de usinagem de cabeçotes e três de montagem de cabeçotes.

    Em 2015, a VW anunciou o investimento de R$ 460 milhões em São Carlos até 2018. O aporte teve como foco o início de produção no Brasil de uma tecnologia global para motores, a TSI, e também uma nova linha de virabrequins.

    Veja abaixo a linha do tempo da fábrica:

    1996 - inauguração da fábrica;
    1997 - primeira unidade do Grupo VW fora da Europa a conquistar a certificação ambiental ISO 14001;
    1999 – início da produção do primeiro motor turbo no Brasil;
    2000 - 1 milhão de motores produzidos;
    2003 – início da produção do primeiro 1.0 flex do Brasil;
    2007 - ampliação da capacidade com a produção das linhas de usinagem e montagem de cabeçotes;
    2012 – adoção de nova linha de usinagem de blocos e aumento da capacidade produtiva;
    2013 - inauguração de novo prédio produtivo, responsável pela fabricação da família EA211;
    2014 - comemoração de 9 milhões de motores produzidos;
    2015 - produção do primeiro 1.0 TSI Total Flex no Brasil, com investimentos de R$ 460 milhões, e exportação de blocos de motor EA211 para a Alemanha;
    2016 - comemoração de 300 mil motores EA211 e início da fabricação do virabrequim e do motor 1.4 TSI.