Faturamento das autopeças cai 9,3%

De montadoras a reposição, vendas recuaram em todos os segmentos

Por REDAÇÃO AB
  • 15/07/2014 - 16:54
  • | Atualizado há 2 months
  • 39 segundos de leitura
    As vendas da indústria de autopeças de janeiro a maio, em reais, foram 9,3% menores do que as de iguais meses de 2013, com variação negativa em todos os segmentos de mercado: 12,7% nos negócios com montadoras, 12,3% nos intrassetoriais, 3,2% em reposição e 1,3% nas exportações.

    Os dados fazem parte do relatório da pesquisa conjuntural divulgado pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), elaborado a partir de informações colhidas com 87 empresas associadas à entidade que representam 32,3% do faturamento das fabricantes de autopeças instaladas no Brasil. O nível de emprego caiu 2,3%.

    Chamam a atenção os números de maio deste ano quando comparados com o mesmo mês de 2013. Nesse caso, a queda de faturamento é de 17,6%, as vendas para as montadoras (que respondem por quase 70% dos negócios) registram recuo de 19,5% e o nível de emprego é quase 5% menor. Para ver o estudo completo do Sindipeças, acesse aqui.