Ford confirma Ranger Storm e se cala sobre Territory

A Ranger Storm e o Territory expostos no estande da Ford no Salão do Automóvel deste ano: picape confirmada para o fim de 2019, nenhuma palavra sobre o SUV

Por PEDRO KUTNEY, AB
  • 13/12/2018 - 20:45
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura
    Lyle Watters, presidente da Ford América do Sul, confirmou para o fim de 2019 o lançamento da Ranger Storm, versão 4x4 offroad da picape produzida na Argentina. “Apresentamos como teste no Salão do Automóvel (em novembro passado) e a resposta do público foi muito positiva, por isso anunciamos agora seu lançamento no fim de 2019 ou começo de 2020”, afirmou o executivo. Mas Watters se calou sobre o Territory, SUV compacto-médio, maior que o EcoSport, que foi trazido da China para ser exibido no mesmo evento, também como teste.

    A Ford mostrou à imprensa o Territory como sua maior novidade para o Salão, com animação que parecia ser maior do que a de um teste. Agora não revelou sequer quais foram os resultados da exibição pública, assim como disse da Ranger Storm. Importar o SUV da China seria caro e limitaria as vendas do modelo, por isso a maioria das apostas aponta para a produção nacional, em Camaçari (BA), onde já é fabricado o EcoSport.

    Também foi confirmado que outro SUV, o Edge ST, versão esportiva do modelo, será “lançado em breve no Brasil”. Para a Ford, que atualmente depende das vendas do compacto Ka para fazer volume de vendas no País, é pouco o lançamento de apenas dois modelos em 2019. A linha Ka foi renovada em 2018 e de janeiro a novembro as vendas das versões hatch e sedã somaram 130 mil unidades, 62% dos emplacamentos da marca.

    A Ranger Storm foi criada como conceito para destacar a vocação fora-de-estrada da picape. É pintada em duas cores com grafismos e elementos como alargadores de para-lama, para-choques offroad, rack de teto, snorkel, estribos laterais tipo plataforma e capota marítima. A grade dianteira traz o nome Storm em letras grandes. O powertrain é o mesmo das outras Ranger diesel, com motor 3.2 de 200 cv e câmbio automático de seis marchas. O pacote de equipamentos é de topo de gama, com central multimídia SYNC, sete airbags, câmera de ré, sensores de estacionamento, piloto automático com limitador de velocidade e controle eletrônico de estabilidade e tração.