Ford e Volkswagen reduzem produção no ABC Paulista

Para adequar estoques, montadoras concedem férias coletivas e layoff

Por REDAÇÃO AB
  • 03/07/2015 - 17:05
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura

    A Ford vai parar a produção na fábrica de São Bernardo do Campo (SP) por nove dias corridos, a partir do dia 9 de julho, aproveitando a emenda do feriado estadual, até o dia 17 de julho. Cerca de 2,4 mil trabalhadores serão dispensados do trabalho no período, quando toda a fabricação de automóveis e caminhões ficará interrompida.

    De acordo com a montadora, a medida usará o banco de horas dos funcionários e visa reduzir o ritmo de produção para equiparar-se com a atual demanda do mercado, que está em baixa.

    Esta é a segunda vez, em menos de um mês, que a montadora interrompe a produção. Entre os dias 22 e 30 de junho, nenhum caminhão foi fabricado. Cerca de 200 funcionários da unidade já cumprem layoff, quando há suspensão do contrato de trabalho, com vigência até outubro.

    ANCHIETA

    Por sua vez, a Volkswagen colocará outros 2.357 mil funcionários em layoff na fábrica Anchieta, também em São Bernardo do Campo, a partir da segunda-feira, 6, pelo período de cinco meses, portanto, até o início de dezembro, segundo informações do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

    Na mesma data, a montadora fechará o terceiro turno da unidade, onde trabalhavam 1,8 mil metalúrgicos (leia aqui). Parte dos trabalhadores que entrarão em layoff vem do terceiro turno, entretanto, boa parte deles foi incorporada aos demais turnos, informa o sindicato.

    Outros 220 trabalhadores da empresa já estão em casa desde o dia 1º de junho, também sob regime de layoff. Com o novo grupo que entra a partir do dia 6, serão mais de 2,5 mil funcionários afastados do trabalho na Anchieta.

    O sindicato informa que todos os que estão em layoff têm garantia de emprego até 2019. Aqueles que não estiverem no programa serão realocados dentro da empresa.