Ford se une ao Google para aumentar conectividade de seus carros

A partir de 2023 todos os veículos da marca contarão com o sistema operacional Android e apps

Por REDAÇÃO AB
  • 02/02/2021 - 15:11
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura

    A Ford deu um passo além na estratégia de ampliar a conectividade de seus veículos, ao firmar parceria de seis anos com a Google para o uso do sistema operacional Android com aplicativos e serviços da empresa de tecnologia, como o provedor de nuvem Google Cloud e o Google Maps, que passará a ser a plataforma de navegação dos veículos Ford.





    Desde 2009 a montadora norte-americana tem em seus automóveis o sistema multimídia Sync, hoje na quarta geração, desenvolvido em conjunto com a Microsoft, e que permite navegação, controle de algumas funções no carro e acesso a aplicativos de smartphones. Um dos propósitos da nova parceria é dar um upgrade em seu atual sistema de infoentretenimento, mas não apenas isso.

    Ford e Google também anunciaram a formação do grupo colaborativo Team Upshift, que irá desenvolver projetos baseados em inteligência artificial, desde a implementação de modelos de negócio baseados em dados, o recebimento de notificações de solicitações de manutenção ou alertas de troca em tempo real pelos clientes, até a criação de novas ofertas de propriedade com base em dados. A montadora pretende também explorar inteligência artificial para treinamento de funcionários de manufatura e para tornar o desempenho de equipamentos das fábricas mais confiável.

    “Enquanto a Ford continua a transformação mais profunda em nossa história com eletrificação, conectividade e direção autônoma, o Google e a Ford juntos estabelecem uma potência de inovação verdadeiramente capaz de fornecer uma experiência superior para nossos clientes e modernizar nossos negócios”, afirma Jim Farley, presidente e CEO da Ford.

    A parceria prevê que a partir de 2023 todos os modelos Ford e Lincoln, em todas as faixas de preço, serão equipados com sistema operacional Android. Será possível aos próprios desenvolvedores da Ford e também terceiros criarem aplicativos que forneçam uma experiência de propriedade cada vez mais personalizada e em constante melhoria.