Gerdau e Braskem vão utilizar impressão 3D em projetos para carros elétricos

Parceria que também envolve o ITA e a Alkimat Tecnologia tem foco em componentes de transmissão

Por REDAÇÃO AB
  • 23/11/2020 - 16:24
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 55 segundos de leitura
    A Gerdau e a Braskem se uniram em uma parceria inédita com o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e a Alkimat Tecnologia para utilizar impressão 3D no desenvolvimento de componentes para sistemas de transmissão de carros elétricos no Brasil.

    Pelo acordo, a Gerdau contribuirá com o conhecimento que possui em materiais metálicos, a Braskem com sua experiência e conhecimento em polímeros, o ITA coordenará o projeto, devido a sua competência em pesquisa de manufatura, e a Alkimat vai colaborar com sua expertise em impressão 3D.

    "A mobilidade é uma das principais tendências em transformação, com contribuição relevante para a resolução dos desafios da nossa sociedade. Na Gerdau, acreditamos na construção em rede, na inovação aberta, fomentando parcerias com a academia e instituições que complementam estrategicamente soluções disruptivas para a cadeia de valor", afirma Juliano Prado, vice-presidente da Gerdau e responsável pela Gerdau Next.

    “Nossa expertise em polímeros terá forte contribuição para o desenvolvimento de soluções que alavanquem este setor por meio da manufatura aditiva, contribuindo para tornar melhor a vida das pessoas", pondera o gerente global de inovação e tecnologia para manufatura aditiva da Braskem, Fabio Lamon.

    Para o diretor da Alkimat, Jose Mascheroni, as mudanças decorrentes da recuperação pós-Covid marcarão uma nova normalidade, na qual o fortalecimento da economia local, com menor dependência externa, terá importância fundamental. “Iniciativas como esta, impulsionada por empresas referência em seus setores, deveriam ser adotadas por todos e estimuladas pelos governos", defende.