GM confirma que o nome da nova picape será Montana

Anúncio foi feito discretamente em vídeo sobre a reforma da fábrica de São Caetano do Sul; veja a gravação que revela a primeira imagem do modelo

Por REDAÇÃO AB
  • 28/06/2021 - 20:11
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura

    À primeira vista, o vídeo que a GM divulgou nesta segunda-feira, 28, deveria mostrar apenas a reforma da fábrica de São Caetano do Sul (SP) para receber a linha de montagem da futura picape da Chevrolet. Ao final das imagens, porém, vem a revelação: o próprio presidente da GM América do Sul, Carlos Zarlenga, comunica que o nome oficial do modelo será Montana.

    Apesar de ser o mesmo nome da picape leve que foi lançada no Brasil em 2003, o mercado especulava que ela poderia ganhar um novo nome, porque a velha Montana já saiu de linha e também porque a nova picape terá porte maior que a anterior. Por isso, espera-se que ela deva disputar um público que ficará dividido entre as versões mais caras da Fiat Strada (picape leve) e as mais baratas da Fiat Toro (picape intermediária), ambas menores do que a Chevrolet S10 e Toyota Hilux (picape grande).

    Publicidade



    O vídeo tem apenas 1 minuto de duração, mas aproveita o pouco tempo para mostrar as obras de preparação da fábrica, o anúncio oficial do nome pelo presidente Carlos Zarlenga e, ao final, uma rápida imagem de como será a silhueta da futura picape.

    A nova Montana deve ser lançada no início de 2022 e será a próxima integrante da família de veículos globais da GM formada por Onix, Onix Plus e Tracker, com os quais vai compartilhar a plataforma.

    O lançamento faz parte de um ciclo de investimento da GM de R$ 10 bilhões, anunciado em 2019 e que é destinado às fábricas de São Caetano do Sul e São José dos Campos (SP), como mostrou reportagem de Automotive Business, que revelou que os fabricantes de veículos associados à Anfavea já anunciaram R$ 44 bilhões de investimento no Brasil para período de 2017 a 2025 (leia aqui).

    Atualmente a fábrica de São Caetano está com a produção paralisada: a GM anunciou uma pausa de seis semanas em parte para terminar a reforma para adaptar as instalações para a fabricação da nova picape, mas também devido à falta de semicondutores, que tem mantido a unidade de Gravataí parada desde março.

    Veja a seguir o vídeo em que a GM mostra a reforma da fábrica de São Caetano e o anúncio do nome por Carlos Zarlenga.