GM e Nikola se unem para desenvolver veículos elétricos; o primeiro será uma picape

Projeto da picape Nikola Badger, primeiro modelo a contar com a parceria da GM

Por REDAÇÃO AB
  • 09/09/2020 - 16:46
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura
    A GM e a Nikola Corp anunciaram uma nova parceria estratégica para o desenvolvimento de veículos elétricos nos Estados Unidos em um negócio que envolve a compra de 11% das ações da fabricante de veículos pela General Motors no valor de US$ 2 bilhões. Com isso, a GM terá o direito de nomear um diretor para o conselho da Nikola.

    Em comunicado, as empresas informam que se comprometem a trabalhar em conjunto em diferentes modelos, sendo o primeiro deles a picape Nikola Badger com início da produção previsto para o fim de 2022.

    Pelo acordo, a GM irá projetar, homologar, validar e fabricar tanto os veículos quanto as baterias Ultium e a célula de combustível Hydrotec, ambas já em desenvolvimento. Além da picape Badger, o acordo prevê os veículos modelos elétricos Nikola One, Nikola Two, Nikola Tre e NZT.

    Por sua vez, a Nikola será a responsável pelas vendas e marketing, mantendo sua marca na picape e demais modelos. Anunciada pela primeira vez em10 de fevereiro deste ano, a picape 100% elétrica será apresentada no início de dezembro durante o Nikola World 2020, no Arizona. Segundo a empresa, o local de produção da picape será confirmado posteriormente.

    Na nota, a GM diz que espera receber mais de US$ 4 bilhões entre o valor patrimonial das ações, o contrato de produção do Badger, contratos de fornecimento de baterias e células de combustível e créditos EV retidos durante toda a vida útil do contrato.

    “Esta parceria estratégica com a Nikola, um disruptor líder da indústria, continua a implantação mais ampla da General Motors de sistemas totalmente novos de bateria Ultium e células de combustível Hydrotec. Estamos aumentando nossa presença em vários segmentos de veículos elétricos de alto volume ao mesmo tempo em que construímos escala para reduzir os custos da bateria e da célula de combustível e aumentar a lucratividade”, afirmou a presidente e CEO global da GM, Mary Barra.



    “A Nikola é uma das empresas mais inovadoras do mundo e a General Motors é uma das maiores empresas de engenharia e manufatura do mundo. Você não poderia sonhar com uma parceria melhor do que esta", disse o fundador e presidente executivo da Nikola, Trevor Milton. "Ao nos unirmos, obtemos acesso para validar todos os nossos programas. Com isso, obteremos imediatamente décadas de conhecimento e fabricação em propulsão para veículos elétricos e engenharia de classe mundial trazendo confiança ao investidor”.

    Segundo a Nikola, a picape Badger terá autonomia de 950 quilômetros, alcance maior do que a Cybertruck, picape elétrica apresentada pela Tesla no ano passado, que tem cerca de 800 km. Por enquanto, nenhuma picape 100% elétrica está disponível no mercado norte-americano.