Grupo Volkswagen suspende venda da Ducati

Negociação de € 1,5 bi foi interrompida por pressão de trabalhadores

Por REDAÇÃO AB, COM AGÊNCIAS
  • 05/09/2017 - 18:58
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 32 segundos de leitura

    O Grupo VW suspendeu a venda por € 1,5 bilhão da Ducati, fabricante de motos adquirida pela Audi em 2012 (veja aqui) por causa do interesse dos alemães na tecnologia aplicada nos motores compactos das motocicletas.

    O processo de venda foi suspenso por pressões sindicais e também dos trabalhadores, que ocupam 10 dos 20 assentos do conselho de supervisão da fabricante.

    As informações são da agência Reuters e do site português Negócios. A VW teria pedido a cinco interessados que aguardem para fazer suas ofertas. A interrupção gerou espanto e até raiva dos interessados.

    A família italiana Benneton, a empresa americana Polaris e os antigos proprietários estão entre os interessados. A Ducati foi posta à venda no primeiro semestre de 2017 como forma de ajudar a financiar o pagamento de multas decorrentes do escândalo dieselgate, descoberto em 2015.