Grupos Daimler, Traton e Volvo vão se unir por carregadores elétricos

AS três principais fabricantes de caminhões se unem para criar uma rede pública de carregadores na Europa

Por REDAÇÃO AB
  • 05/07/2021 - 16:45
  • | Atualizado há 2 months
  • 2 minutos de leitura

    Os grupos Daimler, Traton e Volvo anunciaram na segunda-feira, 5, um acordo por meio do qual vão se unir para instalar e operar uma rede pública de recarga de alto desempenho para baterias de caminhões e ônibus elétricos que percorrem grandes distâncias pela Europa. Com isso, as três gigantes pretendem proporcionar maior confiança aos clientes, fazendo com que eles apoiem a transformação do transporte na União Europeia em um sistema neutro em emissões de carbono.

    A parceria entre os três grupos estabelece ainda as bases de uma futura joint venture (de propriedade igualitária) cujas operações devem começar no ano que vem. Juntas, as empresas devem investir € 500 milhões na instalação e operação de aproximadamente 1,7 mil estações de carregamento de alto desempenho em locais próximos a rodovias e pontos estratégicos no prazo de cinco anos, a partir da criação da joint venture. A quantidade de eletropostos deve crescer com a chegada de novos parceiros, assim como de financiamento público.

    Publicidade



    “Alcançar a neutralidade climática até 2050 é o objetivo conjunto das fabricantes de caminhões da Europa”, declarou Martin Daum, CEO da Daimler Truck. “No entanto, é vital que a construção da infraestrutura certa vá de mãos dadas com a colocação de caminhões neutros em CO2 nas estradas. Juntamente com os grupos Traton e Volvo, estamos, portanto, muito entusiasmados por dar este passo pioneiro para estabelecer uma rede de carregamento de alto desempenho em toda a Europa”, completou.

    Matthias Gründler, CEO do grupo Traton lembrou a importância da participação dos governos na iniciativa. “Para nós, é claro que o futuro do transporte é elétrico. Isso requer o rápido desenvolvimento de pontos de carregamento acessíveis ao público, especialmente para transporte pesado de longa distância. Agora, damos o primeiro passo para acelerar a transição para um transporte sustentável e livre de fósseis. A segunda etapa deve ser um forte envolvimento da União Europeia para a expansão total de uma rede de carregamento em toda a Europa”, disse.

    “Estamos estabelecendo a base necessária para fazer uma inovação para que nossos clientes façam a transformação para eletrificação criando um líder europeu de rede de carregamento. Temos tecnologias de eletromobilidade poderosas e agora, com a Daimler Truck, o grupo Traton e graças ao Acordo Verde Europeu, também um entendimento de toda a indústria, bem como um ambiente político para fazer um progresso fundamental em direção a soluções sustentáveis de transporte e infraestrutura”, declarou Martin Lundstedt, presidente e CEO do grupo Volvo.

    UNIDOS, MAS SEMPRE CONCORRENTES



    Um relatório publicado recentemente pela Acea (associação das montadoras europeias) considera necessária a instalação de até 15 mil pontos de recarga públicos de alto desempenho até 2025 e de 50 mil eletropostos até 2030. Dessa forma, a iniciativa das três grandes fabricantes chama a atenção para a necessidade de as empresas trabalharem em conjunto a fim de garantir a rápida expansão da rede de recarga necessária para que sejam atingidas as metas climáticas. A ideia é que os pontos de recarga sejam acessíveis a todos os veículos comerciais do continente, independentemente da fabricante.

    Mas, mesmo com o anúncio da joint venture, os representantes dos grupos Daimler, Traton e Volvo deixaram claro que continuarão sendo concorrentes em todas as outras áreas. A criação da joint venture está sujeita a aprovações regulatórias e outros processos. A assinatura do acordo de criação da nova empresa é esperada para até o fim deste ano.