Honda vence prêmio Maior Valor de Revenda

CB 250 Twister teve a menor depreciação, -8,1%, vencendo as categorias Street e Geral

Por MÁRIO CURCIO, AB
  • 26/05/2017 - 17:29
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 2 minutos de leitura
    Pelo segundo ano, a Honda foi a grande vencedora do prêmio Maior Valor de Revenda - Motos. A fabricante obteve o primeiro lugar em seis das 17 categorias e também na geral, atribuída à CB 250 Twister por ter a menor depreciação durante um ano (-8,1%) entre todas as participantes.

    “O prêmio é resultado da introdução dos três anos de garantia para toda a linha e de mais de 1,1 mil pontos de atendimento pelo País. Decorre também de bons produtos e da força de nossa marca”, afirma o diretor comercial da Honda, Alexandre Cury.

    A Yamaha foi a segunda maior vencedora. Faturou três primeiros lugares e, como a Honda, conquistou alguns segundos e terceiros lugares. A BMW e a Harley-Davidson venceram em duas categorias cada. “Há 15 anos a agência Autoinforme e a Molicar desenvolvem estudos ligados a depreciação dos usados. Para o prêmio Maior Valor de Revenda foram analisados os preços das motocicletas participantes de março de 2016 a março de 2017”, afirma o diretor da Autoinforme, Joel Leite.


    A partir da esquerda: Marcello Ghigonetto (relações públicas), Marcos Monteiro (gerente geral comercial), Cláudia Canazza (gerente de marketing), Alfredo Guedes (supervisor de relações públicas), Odair Dedicação (supervisor de marketing), Alexandre Cury (diretor comercial) e Sérgio Bessa (diretor de relações institucionais).

    Veja a seguir a lista com as três primeiras colocadas de cada categoria:

    Big trail até 800 cc
    -Triumph Tiger 800 (-11,5%)
    -Yamaha XT 660R (-12,1%)
    -BMW F 800 GS (-12,3%)

    Big trail acima de 800 cc
    -BMW R 1200 GS (-12,9)
    -Triumph Tiger Explorer 1200 (-13,3%)
    -Yamaha XT 1200Z Superténéré (-13,8%)

    Clássica
    -Ducati Scrambler Icon 803 (-13%)
    -Triumph Bonneville 1200 (-14%)
    -BMW Nine T 1200 (-14,3%)

    Crossover
    -Yamaha MT-09 Tracer 850 (-10,9%)
    -BMW S 1000 XR (-12%)
    -Honda CB 500 X (-12,3)

    Custom até 800 cc
    -Suzuki Intruder 125 (-12,7%)
    -Dafra Horizon 250 (-13,1%)
    -Dafra Horizon 150 (-13,1%)
    -Kawasaki Vulcan S 650 (-13,4%)

    Custom acima de 800 cc
    -Harley-Davidson Softail Heritage Classic (-13,2%)
    -Indian Scout 1133 VTwin (-14,2%)
    -Harley-Davidson Dyna Low Rider (-14,3%)

    Ciclomotor - 50 cc
    -Dafra Zig 50 (-15,9%)
    -Traxx Moby 50 (-16,7%)
    -Bull Spirit SL 50 (-17%)

    Motoneta
    -Honda Biz 110i (-10,9%)
    -Honda Pop 110i (-11,7%)
    -Dafra Zig 100 (-14,5%)

    Naked até 800cc
    -Honda CB 650F (-11,4%)
    -Honda CB 500F (-12,2%)
    -BMW F 800 R (-13,6%)

    Naked acima de 800 cc
    -Yamaha MT-09 (-12%)
    -BMW S 1000 R (-12,6%)
    -Kawasaki Z 1000 (-13,1%)

    Scooter até 200 cc
    -Honda PCX 150 (-11,9%)
    -Dafra Cityclass 200i (-12,5%)
    -Suzuki Burgman 125i (-14,1%)

    Scooter acima de 200 cc
    -Honda SH 300i (-11,6%)
    -Dafra Citycom 300i (-12,1%)
    -BMW C 650 (-13,2%)

    Sport até 800 cc
    -Yamaha YZF-R3 (-12,1%)
    -Honda CBR 500 R (-12,5%)
    -Kawasaki Ninja ZX 6R (-12,8%)
    -Yamaha XJ6 F (-12,8%)

    Sport acima de 800 cc
    -BMW S 1000 R (-11,1%)
    -Honda CBR 1000RR Fireblade (-11,8%)
    -Kawasaki Ninja ZX 10R (-12,9%)

    Touring
    -Harley-Davidson CVO Street Glide (-12%)
    -Harley-Davidson CVO Limited (-12,7%)
    -Indian Roadmaster (-13,4%)

    Trail
    -Honda NXR 160 Bros (-9,3%)
    -Yamaha XTZ 250 Lander (-10,5%)
    -Yamaha XTZ 250 Ténéré (-11%)

    Street ou urbana
    -Honda CB 250 Twister (-8,1%)
    -Honda CG 125 (-10,3%)
    -Honda CG 160 (-10,3%)
    -Yamaha Factor 150 (-11,8%)

    Categoria especial – campeã geral
    -Honda CB 250 Twister (-8,1%)