Intenção de compra das famílias volta a crescer

Conclusão é de pesquisa da Fecomercio-SP

  • 02/05/2012 - 16:23
  • | Atualizado há 2 months
  • 58 segundos de leitura
    Agência Brasil

    A intenção de compra das famílias residentes na cidade de São Paulo voltou a crescer, em abril, diante da maior facilidade de acesso ao crédito com juros menores. É o que mostra a pesquisa Intenção de Consumo das Famílias (ICF), da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP).

    Em uma escala de 0 a 200 pontos, o índice atingiu 145,2 pontos em abril. O resultado é 2% superior ao registrado em março e 7,2% acima do verificado em igual mês do ano passado. De acordo com metologia da pesquisa, sempre que essa pontuação excede 100 pontos, a leitura que se faz do resultado é de otimismo do consumidor.

    No levantamento anterior, o ICF havia caído 5,2%. A alta de abril está associada a dois subcomponentes: perspectivas de consumo, que apresentou elevação de 10,6% ante março e de 13,4% sobre abril de 2011, e nível de consumo atual, com expansão de 9,8% tanto na comparação com março quanto em relação a abril do ano passado.

    O maior patamar foi alcançado no quesito acesso a crédito: 161,6 pontos, aumento de 2,6% no grau de satisfação. “O ânimo dos consumidores se deve à soma de uma série de fatores, entre eles, o esforço do governo na redução de juros dos bancos, bem como a tendência de o Banco Central baixar a Selic. Medidas que significam o barateamento do dinheiro e beneficiam o consumo”, aponta a nota técnica da Fecomercio.