IQA está pronto para certificar autopeças de reposição

Em 2013, vários itens automotivos precisarão do selo do Inmetro

Por Automotive Business
  • 01/02/2012 - 15:44
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura

    <style type="text/css"> .texto { font-family: Verdana, Geneva, sans-serif; font-size: 10px; color: #666; } .texto { text-align: left; } </style>

    NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
    EmailRSSTwitterWebTVRevistaMobileRede Social


    Redação AB

    O Instituto da Qualidade Automotiva (IQA), organismo de certificação acreditado pelo Inmetro, já está pronto para iniciar atividades relacionadas às certificações compulsórias instituídas pela portaria Inmetro nº 301 de 21/7/2011.

    Com isso, os fabricantes e importadores que atuam no mercado de reposição de amortecedores, bombas elétricas de combustível, buzinas, pistões de liga leve de alumínio, pinos e anéis de trava (retenção), anéis de pistão, bronzinas e lâmpadas para veículos automotivos podem contar com os serviços do IQA para se adequar às novas exigências.

    A certificação será obrigatória a partir de 1º de janeiro de 2013 para autopeças de reposição destinadas a veículos nacionais ou importados. Ficam isentos componentes para linha de montagem, recall ou de veículos de produção descontinuada fabricados até 31 de dezembro de 1999.

    Confira os prazos para que o mercado se adapte às novas regras:

    - janeiro de 2013 - a partir desta data, os componentes descritos acima deverão ser certificados, sejam nacionais ou importados;
    - junho de 2013 – é prazo final dos fabricantes para comercialização ao mercado de reposição;
    - julho de 2014 - a partir desta data, todos os produtos vendidos ao consumidor deverão apresentar o selo de certificação.