IQA lança certificação para retorno seguro ao trabalho

Certificação de protocolos de segurança à saúde e eficiência produtiva pode ajudar empresas a retomar atividades diante da pandemia de coronavírus

Por REDAÇÃO AB
  • 17/06/2020 - 21:39
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 2 minutos de leitura


    O IQA (Instituto da Qualidade Automotiva) está lançando o Programa AutoRetorno, que indica e certifica a adoção das melhores práticas para a retomada com segurança e eficiência das atividades em empresas do setor automotivo, incluindo montadoras, concessionárias, fabricantes de autopeças, distribuidores, varejistas e oficinas de reparação. A certificação leva em conta a adoção de protocolos diante da pandemia de coronavírus para preservar a saúde dos empregados, clientes e fornecedores da cadeia, e ao mesmo tempo assegurar a produtividade e qualidade dos processos.

    O AutoRetorno tem o objetivo de atestar as melhores práticas implementadas pelas empresas no seu retorno às atividades pós-pandemia, por meio de dois credenciamentos: Certificação de Saúde e Segurança das Operações e Certificação da Eficácia das Operações Produtivas.

    “Diante do atual cenário, é necessário às empresas demonstrar confiança e transparência perante seus colaboradores, clientes e partes interessadas. Desenhamos o AutoRetorno para assegurar a retomada eficaz dos negócios e produção, garantindo proteção à saúde das pessoas”, afirma Alexandre Xavier, superintendente do IQA.



    Para elaborar a certificação de segurança sanitária, o IQA fez parceria com a Consultoria em Saúde do Hospital Sírio-Libanês, que também dará suporte a treinamentos e capacitação de pessoal sobre medidas preventivas contra a Covid-19, programa de saúde corporativa, telemedicina, medicina diagnóstica e testes laboratoriais. Os requisitos de avaliação para esta certificação estão no Guia de Boas Práticas, que pode ser utilizado pelas organizações como referência em sua preparação e implementação, com protocolos validados pelo Sírio-Libanês.

    Já a certificação de eficácia das operações produtivas leva em consideração os requisitos essenciais para o reinício das atividades, de forma a manter a integridade dos processos e qualidade dos produtos, desde o planejamento, produção, controle e inspeção e embarque ao cliente.

    PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO



    Após a adoção das práticas preconizadas pelo programa AutoRetorno, o processo de certificação é feito em quatro fases: mapeamento da organização, análise de risco, controles e boas práticas, monitoramento. A avaliação é feita presencialmente na empresa, utilizando-se de aplicativos de auditoria. Se todos os requisitos forem cumpridos, será emitido um certificado de conformidade que confere o direito de uso do Selo de Certificação AutoRetorno, que serve para garantir confiança a colaboradores, clientes e sociedade.

    Como é um serviço personalizado para cada cliente, não há um preço fixo para fazer a certificação do AutoRetorno. O cálculo do valor a ser investido depende de fatores como número de colaboradores, tamanho da empresa e nível de risco, entre outros. A validade do certificado é de seis meses, após esse período a empresa deve passar por nova auditoria do IQA caso tenha interesse em manter a certificação ativa.

    “Ao aderir ao novo serviço AutoRetorno a empresa garantirá a retomada dos negócios com segurança, por meio de diretrizes e requisitos criados e validados por duas organizações de referência no mercado em que atuam: saúde (Sírio-Libanês) e automotivo (IQA)”, resume Xavier.



    Empresas interessadas em obter a certificação AutoRetorno podem entrar em contato com o IQA no e-mail [email protected]