Iveco produzirá caminhão a gás comprimido na Argentina

Modelo Iveco Tector equipado com tanques para GNC será produzido na Argentina

Por REDAÇÃO AB
  • 27/07/2020 - 17:32
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 56 segundos de leitura
    A Iveco obteve homologação final para produzir pela primeira vez na Argentina caminhões movidos a gás comprimido. A licença foi aprovada para fabricar o modelo Tector 160E21, com nova configuração que, segundo a montadora, oferece desempenho equivalente aos caminhões abastecidos com diesel, com a vantagem de menor emissão de gases poluentes e ruído. Ainda de acordo com a empresa, o caminhão poderá ter uma redução de custos de até dois terços com relação aos modelos movidos a combustíveis fósseis.

    O Tector a gás que será produzido na Argentina terá seis tanques de GNC, cada um com 80 litros de volume, permitindo uma autonomia de até 300 quilômetros. A suspensão é do tipo parabólica dianteira e o câmbio é mecânico de seis velocidades com a alavanca de transmissão integrada ao painel. O caminhão será o primeiro integrante da linha Natural Power a ser produzido na fábrica no polo industrial de Ferreyra, em Córdoba, e o primeiro da marca movido a gás feito no país. A versão 160E21 terá tração 4x2 equipada com motor NEF 6, ciclo otto da FPT Industrial.

    A empresa não informa se o motor também será feito na Argentina ou se importado. A Iveco também não quis informar se o caminhão a gás será exportado para o Brasil. Na Europa, a marca, que pertence ao Grupo CNH Industrial, possui uma linha completa de veículos comerciais movidos a gás GNV e GNL, como os modelos Daily, Tector (EuroCargo), Hi-Road, Hi-Way e SWay.