Jeep Commander é o nome do futuro SUV brasileiro de sete lugares

Primeira imagem oficial do Jeep Commander revela pouco do novo SUV

Por REDAÇÃO AB
  • 27/05/2021 - 14:40
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    Commander é mesmo o nome do novo Jeep nacional de sete assentos, como já era amplamente especulado. Junto com uma imagem do perfil do carro na penumbra, a fabricante confirmou o nome oficialmente na quinta-feira, 27, do seu futuro SUV a ser produzido na fábrica de Goiana (PE) a partir de agosto próximo. Não por coincidência, a novidade foi comunicada no mesmo dia em que a Volkswagen apresentou e iniciou a pré-venda do Taos – que vai disputar mercado com o Compass e talvez também com o Commander, a depender da faixa de preços.

    Vale lembrar que o nome Commander não é inédito na marca, já identificou um carro-conceito de 1999 (que seria o primeiro Jeep com capacidade para sete ocupantes) e um modelo de produção regular – com cinco ou sete lugares – que esteve no portfólio entre 2005 e 2010.

    Publicidade



    Até o momento não se sabe muito sobre o futuro Jeep pernambucano, além da capacidade. A oferta de conjuntos motrizes deve ser a mesma do Compass, ou seja, o novo 1.3 flex turbo 4-cilindros em linha, capaz de entregar 180 cavalos (com gasolina) e 185 cavalos (com etanol), acoplado ao câmbio automático de seis marchas nas versões com tração dianteira e o turbodiesel. Este, contudo, deverá ser mais potente (especula-se que terá mais de 200 cavalos) e câmbio automático de nove marchas. Esse motor estará disponível somente com tração integral sob demanda.

    Além da foto do perfil, a Jeep liberou outro vídeo curto em que mostra alguns detalhes do novo carro, como lanternas e o emblema, além de formas gerais. Junto, contou que o nome Commander já havia sido relevado no vídeo anterior, mas que estaria cifrado em código Morse. Para quem não lembra, o texto do primeiro teaser dizia: "Você consegue usar as pistas escondidas no vídeo para descobrir o nome do lançamento da Jeep que vai chegar neste ano? E uma dica: elas estão além de onde os olhos podem ver". Assista abaixo aos dois vídeos (em primeiro lugar o mais recente) e tire suas conclusões.