Júlio Simões: receita de R$ 1,8 bi em 2011

71% dos novos contratos foram negociados com clientes preexistentes

Por Automotive Business
  • 14/02/2012 - 18:40
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura

    <style type="text/css"> .texto { font-family: Verdana, Geneva, sans-serif; font-size: 10px; color: #666; } .texto { text-align: left; } </style>

    NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
    EmailRSSTwitterWebTVRevistaMobileRede Social


    Redação AB

    A JSL, Júlio Simões Logística, divulgou que seus novos contratos fechados em 2011 geraram receita de R$ 1,8 bilhão a ser capturada ao longo de 8 anos, informou a empresa em comunicado. Do total de contratos realizados no período, 71% foram negociados com clientes preexistentes, o que significa que a companhia ampliou sua atuação nos processos logísticos de seus parceiros com a adição de novos contratos.

    O aumento da receita, proveniente de diferentes linhas de negócios, foi impulsionada em parte pela demanda de serviços dedicados à cadeia de suprimentos, responsável pela geração de R$ 99 milhões no período. Gestão e terceirização de frotas somaram R$ 55 milhões e transporte de passageiros e de carga em geral, R$ 4 milhões.

    Dos segmentos que mais contribuíram com o aumento do portfólio de contratos da JSL em 2011, o destaque vai para agricultura, com 33% de participação, seguida pelo setor de transporte de passageiros e de carga, com 14%. Mineração e siderurgia responderam por 12% e 11%, respectivamente, enquanto o setor automotivo apareceu com 8% de participação nos novos contratos da operadora logística.