Mercedes-Benz investirá € 40 bilhões em oferta elétrica até 2030

Dona da marca alemã, Daimler construirá oito fábricas de baterias e deixará de produzir carros a combustão dentro de 9 anos

Por REDAÇÃO AB
  • 22/07/2021 - 15:57
  • | Atualizado há 1 month
  • um minuto de leitura

    A Daimler, controladora da Mercedes-Benz, anunciou na quinta-feira, 22, que terá uma oferta de automóveis formada apenas por modelos elétricos até 2030, uma transformação que demandará investimento de € 40 bilhões. O planejamento apresentado pela companhia envolve, ainda, o lançamento de três plataformas elétricas até 2025.

    “A mudança para veículos elétricos está ganhando velocidade especialmente no segmento de luxo, onde a Mercedes-Benz atua. O ponto de inflexão está se aproximando e estaremos prontos à medida que os mercados mudarem para a eletricidade apenas no final desta década”, disse Ola Källenius, CEO da Daimler e da Mercedes-Benz.



    As três plataformas prometidas até 2025 são: a MB.EA, sobre a qual serão construídos os modelos de veículos de passageiros de grande porte; a AMG.EA, destinada aos modelos esportivos; e a VAN.EA, para modelos de vans e outros comerciais leves.

    A empresa informou, ainda, que pretende evoluir no segmento de veículos elétricos por meio de parcerias e aquisições. Recentemente a empresa comprou a Yasa, uma companhia de motores elétricos sediada no Reino Unido. Já no caso das baterias, a Daimler planeja instalar oito fábricas para produção do componente. .

    Além do novo posicionamento da empresa, a Daimler também divulgou mais informações sobre o Vision EQXX, conceito anunciado ano passado, que terá mais de 1.000 km de autonomia e vai ajudar a mostrar como serão os próximos veículos elétricos da Mercedes-Benz.