Mercedes investe na digitalização em fábrica na Alemanha

Principal unidade veículos de luxo da marca será o polo de desenvolvimento do futuro sistema operacional MB.OS

Por REDAÇÃO AB
  • 29/06/2021 - 15:57
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura

    A fábrica de automóveis da Mercedes-Benz na cidade de Sindelfingen, região administrativa de Stuttgart, Alemanha, é uma das mais tradicionais do grupo Daimler e é de onde saem os modelos mais sofisticados da marca para todos os mercados do planeta. Não é à toa que a unidade também é considerada o centro líder de competência em segurança, inovação e design da montadora.

    Agora, a Mercedes-Benz pretende transformar a unidade em um campus para o desenvolvimento do futuro sistema operacional MB.OS, que vai equipar os carros da marca. Para tanto, a ideia é contratar cerca de 1 mil desenvolvedores de softwares, o que vai reafirmar a importância da unidade de Sindelfingen como centro de desenvolvimento e de qualificação para especialistas na área de softwares, dentro do Centro de Tecnologia da Mercedes-Benz, instalado no local.

    Publicidade



    Assim, o futuro centro, denominado “Mercedes-Benz Electric Software Hub” será um polo de competência para projetos e desenvolvimento de iniciativas nas áreas de eletrificação e de digitalização, concentrado em uma área de aproximadamente 65 mil metros quadrados. O planejamento prevê que o local comece a operar já no início de 2022.

    De acordo com os técnicos da montadora, a introdução do sistema MBUX (Mercedes-Benz User Experience) inovou a operação intuitiva a bordo do automóvel, por meio do uso de chips de alto desempenho, telas com alta resolução e programas que permitem personalizar funções e serviços. A partir de agora, a próxima etapa na evolução do sistema é a adoção de um sistema operacional específico, o MB.OS.

    Da mesma forma que o conjunto motriz elétrico e a tecnologia das baterias, a conectividade é uma área na qual é importante estar no controle, afirmam os técnicos – ainda mais em modelos premium e de alto luxo, nos quais os clientes desejam se destacar e buscam algo especial. Em troca de todo esse investimento, a Mercedes-Benz planeja gerar cerca de € 1 bilhão com serviços digitais até 2025.