México: novo acordo pode definir teto de US$ 1,4 bilhão

Valor seria média das exportações de carros nos últimos 3 anos

Por Automotive Business
  • 09/03/2012 - 15:44
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • um minuto de leitura

    <style type="text/css"> .texto { font-family: Verdana, Geneva, sans-serif; font-size: 10px; color: #666; } .texto { text-align: left; } </style>

    NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
    EmailRSSTwitterWebTVRevistaMobileRede Social


    Redação AB

    O Brasil estaria em busca de um valor máximo de US$ 1,4 bilhão para as exportações mexicanas de automóveis ao País pelos próximos três anos. A informação é da Reuters. De acordo com a agência de informações, o valor estipulado como teto faria parte de uma carta de 8 de março, quinta-feira, enviada pelo governo brasileiro à chanceler mexicana, Patricia Espinosa, e ao ministro da Economia do México, Bruno Ferrari.

    De acordo com o documento, o teto utiliza como base o valor médio das exportações de automóveis do México para o Brasil nos últimos três anos. No dia 28 de fevereiro, terminou sem definição, mas com alguns progressos, uma reunião em Brasília (DF) entre representantes dos governos brasileiro e mexicano para renegociar o acordo de livre comércio automotivo entre os dois países.

    Segundo fontes dos ministérios das Relações Exteriores e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), os mexicanos concordaram com o estabelecimento de cotas de importação, mas queriam entender melhor a fórmula proposta. Também aceitaram a inclusão dos caminhões e ônibus no acordo.

    Reportagem revista em 12/3 às 9h55.