Motocicletas: vendas no atacado e produção caem em fevereiro

Novamente, Abraciclo culpa dificuldade na liberação de crédito

Por Automotive Business
  • 07/03/2012 - 18:30
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura

    <style type="text/css"> .texto { font-family: Verdana, Geneva, sans-serif; font-size: 10px; color: #666; } .texto { text-align: left; } </style>

    NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
    EmailRSSTwitterWebTVRevistaMobileRede Social


    Redação AB

    Em fevereiro, as fabricantes de motos associadas à Abraciclo repassaram às suas concessionárias 149.029 unidades. O número representa retração de 9,8% na comparação com o mesmo mês do ano passado e de 3,7% no confronto com janeiro deste ano. “Uma relativa queda já era esperada em decorrência do carnaval, mas mesmo quando se consideram apenas as vendas diárias (7.844 unidades), nota-se uma significativa redução de 5,1% em relação a fevereiro do ano anterior (8.262). Acreditamos que essa baixa seja uma resposta do mercado à maior dificuldade em conseguir liberação de crédito”, afirma Roberto Akiyama, presidente da entidade.

    A produção das associadas da Abraciclo em fevereiro somou 153.113 motos, o que significou uma queda de 10,5% na comparação com o mesmo mês de 2011 (171.132) e de 13,5% ante janeiro de 2012. No acumulado do ano também se observa recuo de 6,1% no confronto com o mesmo período do ano passado.

    Somente as exportações tiveram saldo positivo em fevereiro, com 8.737 unidades, alta de 76,1% ante o mesmo mês de 2011 e de 29,3% em comparação com janeiro deste ano.