Motor Ford 1.0 mais potente tem agora 140 cv

Potência específica é mais alta que a de Bugatti Veyron e Ferrari 458 Speciale

Por REDAÇÃO AB
  • 23/06/2014 - 12:14
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura

    A Ford apresentou na Europa uma nova versão do New Fiesta com motor EcoBoost 1.0 de 140 cv. Chamada Red and Black Edition, a edição especial terá estilo exclusivo e potência específica (medida em cavalos por litro de cilindrada) superior à de supercarros como Bugatti Veyron e Ferrari 458 Speciale. Segundo a Ford, esses Fiesta aceleram de zero a 100 km/h em nove segundos e têm velocidade máxima de 201 km/h.

    Os esportivos serão vendidos em duas cores, vermelho com detalhes pretos e preto com detalhes vermelhos. O New Fiesta Red and Black Edition traz ainda novas calibrações no controle do turbo, comando de válvulas, intercooler, gerenciamento do acelerador e ponto de ignição. Além dos 140 cv, os motores fornecem torque máximo de 18,3 kgf.m de torque a partir de 1,4 mil rotações por minuto.

    A nova versão do EcoBoost 1.0 (eleito Motor Internacional do Ano em 2013 e 2012) foi recalibrada para gerar 12% mais potência. Como comparação, tem mais que o dobro da potência específica do motor 1.6 de 100 cv que equipava o esportivo Fiesta S há dez anos. Também aumenta a economia de combustível e reduz as emissões de gás carbônico (CO2) em mais de um terço, faz mais de 22 km/l e emite apenas 104 g/km de CO2.

    O 1.0 EcoBoost tem três cilindros e é equipado com turbo, duplo comando variável de válvulas e injeção direta de gasolina. Ainda segundo a Ford, sua turbina pode girar a até 248 mil rpm, faixa de trabalho 4 mil rpm mais alta do que a empregada na Fórmula 1. “A única alteração de hardware que fizemos para elevar sua potência a 140 cv foi uma junta do cabeçote reforçada para suportar o aumento da pressão, o que comprova o design avançado do EcoBoost 1.0", diz Andrew Fraser, gerente de Calibração da Ford Europa.

    O motor EcoBoost 1.0 respondeu por quase 30% das vendas do New Fiesta na Europa no primeiro trimestre de 2014 e contribuiu para manter o carro na liderança do segmento de compactos naquele mercado, posição que ocupa desde 2012. A próxima geração do Ford Ka receberá o motor de três cilindros mais potente entre os 1.0 vendidos no Brasil. Ele produz até 85 cv quando abastecido com etanol e foi apontado pelo Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro como o mais econômico entre os veículos compactos equipados com ar-condicionado (veja aqui).