Motos Yamaha e Honda garantem menor desvalorização

Yamaha NMax 160 levou o prêmio Maior Valor de Revenda na categoria Scooter até 200 cc

Por MÁRIO CURCIO, AB
  • 20/07/2018 - 17:39
  • | Atualizado há 2 months
  • 2 minutos de leitura
    A Yamaha e a Honda foram as grandes vencedoras do prêmio Maior Valor de Revenda Moto, criado pela na agência Autoinforme para reconhecer os modelos zero-quilômetro com a menor depreciação no intervalo de um ano, apurado entre abril de 2017 e abril de 2018. Das 18 categorias possíveis, a Yamaha venceu cinco e a Honda, quatro.

    Entre os segmentos de maior volume de vendas, a Yamaha levou a estatueta para o scooter até 200 cc com o modelo NMax 160, com depreciação de apenas 11,3% em um ano. A marca faturou também a categoria Sport até 800 cc com a YZF-R3 (-11,8%), a Crossover com a MT-09 Tracer (-11,7%), a Naked até 800 cc com a MT-07 (-11,7%) e a Naked acima de 800 cc com a MT-09 (11,4%).

    Para a equipe da Yamaha, a menor depreciação decorre da qualidade e segurança dos produtos e do atendimento nas concessionárias.

    “Ter um bom pós-venda é essencial e esses prêmios resultam disso”, estima o analista de inteligência de mercado da montadora, Anderson Kato.



    A Honda NXR 160 Bros faturou duas estatuetas, a da categoria Trail e a Especial, entregue à moto com a menor depreciação entre todos os segmentos analisados (-6,7% apenas). As outras duas vencedoras da marca foram a Biz 110/125 (categoria Motoneta), com depreciação de 9,1%, e a CG 125/160 (categoria Street), com 8,5%.

    “A Honda tem uma rede muito grande, com 1,1 mil concessionárias, e seu pós-venda se torna um diferencial. Com todas essas revendas fica mais fácil manter a manutenção em dia”, afirma o gerente comercial da montadora, Flávio Rossi.

    “A tecnologia empregada, os materiais mais resistentes e a qualidade ajustada às condições brasileiras também contribuem para a valorização das nossas motos”, recorda o executivo da Honda.



    Esta foi a terceira edição do prêmio Maior Valor de Revenda Moto e pela terceira vez a Honda conquistou a categoria geral. Em 2016 o prêmio foi dado ao scooter PCX 150 e em 2017 venceu a street Twister.

    Veja a seguir as motos vencedoras em cada uma das 18 categorias:


    50 cc (ciclomotores): Shineray Phoenix 50 (-15,8%)

    Motoneta: Honda Biz 110/125 (-9,1%)

    Street: Honda CG 125/160 (-8,5%)

    Scooter até 200 cc: Yamaha NMax 160 (-11,3%)

    Scooter acima de 200 cc: Dafra Citycom S 300i (-12,6%)

    Naked até 800 cc: Yamaha MT-07 (-11,7%)

    Naked acima de 800 cc: Yamaha MT-09 (11,4%)

    Trail: Honda NXR 160 Bros (6,7%)

    Big Trail até 800 cc: Triumph Tiger (-12,8%)

    Big Trail acima de 800 cc: BMW R 1200 GS (-12,1%)

    Sport até 800 cc: Yamaha YZF-R3 (-11,8%)

    Sport acima de 800 cc: BMW S 1000 RR (-11,9%)

    Clássica: Triumph Street Twin 900 (-11,8%)

    Crossover: Yamaha MT-09 Tracer (-11,7%)

    Custom até 800 cc: Kawasaki Vulcan S 650 (-12,3%)

    Custom acima de 800 cc: Harley-Davidson Softail Heritage (-14,6%)

    Touring: Harley-Davidson Road King 1.745 (-12,3%); e
    Harley-Davidson Street Glide 1.745 (-12,3%)

    Especial (campeã geral): Honda NXR 160 Bros (-6,7%).