Nissan anuncia layoff para 279 trabalhadores

Medida visa ajustar produção em Resende diante de baixa demanda do mercado

Por REDAÇÃO AB
  • 10/09/2014 - 15:14
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 53 segundos de leitura

    A Nissan suspenderá o contrato de trabalho de 279 trabalhadores da fábrica de Resende (RJ) em regime de layoff, como forma de ajustar a produção do complexo industrial devido à desaceleração do mercado de veículos.

    Em comunicado, a montadora informa que a medida foi adotada em comum acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do Sul Fluminense como forma de preservar os empregos e que não afetará o abastecimento da rede de concessionárias. Inaugurado em abril deste ano (leia aqui), o complexo industrial da Nissan no Rio de Janeiro é responsável pela produção do hatch March e do sedã Versa e conta atualmente com 1,8 mil funcionários.

    Por sua vez, o sindicato informa que no layoff, com duração de até cinco meses, serão mantidos os benefícios e os salários integrais de todos os envolvidos.

    Montadora e trabalhadores já haviam concordado há alguns meses com ajustes para reduzir a produção, adotando o “dayoff”, folgas acumuladas que utilizavam o banco de horas dos funcionários. Também foram antecipadas férias coletivas e a empresa já se programou para nova parada durante o período de festas de fim de ano.

    Em paralelo, o sindicato também diz que já foi aprovado pela montadora o pagamento da primeira parcela do PPR (Programa de Participação nos Resultados) para os trabalhadores da Nissan, no valor de R$ 2.250 a ser depositada no próximo dia 30, inclusive para os funcionários em layoff.