Nissan cria programa de cooperação técnica com universidades do RJ

Projeto piloto visa envolver estudantes da região de Resende na busca por soluções e melhorias na fábrica da empresa

Por REDAÇÃO AB
  • 28/07/2021 - 14:37
  • | Atualizado há 1 month
  • um minuto de leitura

    A Nissan do Brasil anunciou na quarta-feira, 28, o lançamento de um projeto piloto de cooperação técnica com universidades da região sul fluminense, onde se localiza o complexo industrial da montadora, em Resende. O objetivo é mapear e analisar soluções e aperfeiçoamentos para problemas e obstáculos reais que os estudantes identifiquem na fábrica, tendo o apoio de professores e acompanhamento da área de engenharia industrial da Nissan.

    “Fico muito feliz em ver esse projeto sendo consolidado. Estamos de portas abertas para receber os alunos, que vão perceber que a Nissan produz carros com muita tecnologia e qualidade, elementos que são parte do nosso DNA japonês”, declarou Marco Biancolini, diretor de operações do complexo industrial da Nissan. “Os profissionais da fábrica estão à disposição para escutar as soluções propostas pelos estudantes e para que esses projetos sejam concluídos com sucesso”, acrescentou.



    A cooperação técnica tem prazo de execução de até 24 meses e, durante esse período, serão realizados dois encontros mensais na fábrica (cumprindo todos os protocolos de segurança, garante a Nissan), nos quais os estudantes contarão com o auxílio da equipe de engenharia industrial para a realização do projeto. Já na universidade, os participantes serão supervisionados por professores do Núcleo de Pesquisa, Inovação e Difusão das Engenharias do UBM (Nupide).

    A primeira instituição a fazer parte do projeto piloto é o Centro Universitário de Barra Mansa (UBM), e o projeto escolhido foi o estudo de novos equipamentos para melhorar a produtividade das áreas do complexo.