Novo gasoduto começa a operar na Bacia de Santos

Lula-Mexilhão aumenta flexibilidade no suprimento de gás ao País

Por Automotive Business
  • 20/09/2011 - 12:14
  • | Atualizado há 2 months
  • um minuto de leitura

    <style type="text/css"> .texto { font-family: Verdana, Geneva, sans-serif; font-size: 10px; color: #666; } .texto { text-align: left; } </style>

    NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
    EmailRSSTwitterWebTVRevistaMobileRede Social


    Redação AB

    O consórcio formado por Petrobras, BG Group e Petrogal Brasil S.A. colocou em operação o gasoduto Lula-Mexilhão, que liga o campo de Lula à plataforma de Mexilhão, localizada em águas rasas na Bacia de Santos. Com capacidade para escoar até 10 milhões de metros cúbicos por dia, o gasoduto transportará o gás produzido pelo polo pré-sal daquela bacia.

    A nova operação implica aumento da flexibilidade no suprimento de gás especificado para o mercado nacional. O duto tem 216 quilômetros de extensão e parte de uma profundidade de água de 2.145 metros.

    Segundo a Petrobras, a integração do Lula-Mexilhão às instalações já existentes será importante para acelerar a produção de petróleo do pré-sal brasileiro.