Opel cresce na América do Sul, mas Brasil segue fora dos planos

Vendido no Chile e Uruguai, o Opel Corsa tem a mesma plataforma do Peugeot 208

Por REDAÇÃO AB, PARCERIA COM PRIMEIRA MARCHA
  • 23/06/2021 - 16:58
  • | Atualizado há 2 months
  • 2 minutos de leitura

    A Opel, marca alemã do grupo Stellantis, anunciou a chegada a dois novos mercados na América do Sul. Mas, se você se animou com a possibilidade de ter Corsa ou Astra de volta no país, aqui vai um balde de água fria. O Brasil, pelo menos por enquanto, não está na lista de novos países em que a Opel vai atuar, como explica a reportagem abaixo do site Primeira Marcha.

    Os alemães acabam de desembarcar na Colômbia e no Equador. Além dessas duas nações, a Opel já atuava no Chile desde 2017 e no Uruguai desde o início deste ano. Infelizmente, mercados maiores, como Brasil e Argentina, por enquanto, seguem fora dos planos da Opel.

    Publicidade



    No Equador, já foram abertas duas lojas, em Quito e Guayaquil. A linha de veículos será composta por Corsa, Crossland, Grandland X, Combo e Vivaro, esses dois últimos, comerciais.

    Na Colômbia, a gama é um pouco mais compacta, e tem apenas Crossland, Grandland X e Vivaro, mas a rede é mais extensa, com cinco pontos de venda nas cidades de Bogotá, Medellín e Cali.

    O SUV compacto Crossland pode ser considerado o sucessor da Meriva. O modelo usa a mesma plataforma do Peugeot 2008 europeu, mas recentemente recebeu uma reestilização que o deixou parecido com o novo Astra. Como referência, ele tem 4,20 metros de comprimento e 2,60 m de entre-eixos, medidas próximas às do Chevrolet Tracker e do Volkswagen T-Cross.


    Opel Grandland será vendido na Colômbia e no Equador

    Tanto no Equador, como na Colômbia, o Crossland é vendido com motor 1.2 turbo de 3 cilindros (o mesmo da família PureTech de Peugeot e Citroën) de 110 cv. Ele está associado ao câmbio automático de 6 marchas.

    Esse é o mesmo conjunto mecânico presente no Corsa oferecido no Equador. O hatch compacto também compartilha a base do Peugeot 208. Já o Grandland X é a versão da Opel para o Peugeot 3008: eles utilizam mesma plataforma e conjunto mecânico, composto pelo conhecido motor 1.6 turbo de 163 cv.


    Opel Crossland é sucessor da Meriva na Europa

    A Opel é uma das marcas mais antigas do mundo. Fundada pelo alemão Adam Opel em 1862, começou produzindo máquinas de costura, passou para as bicicletas até chegar aos automóveis em 1899. Foi comprada pela GM em 1929, tornando-se a divisão europeia da Chevrolet na Europa, que foi responsável pelo desenvolvimento da maioria dos projetos lançados no Brasil, como Monza, Kadett, Astra, Corsa, Omega e Vectra.

    Apesar de não haver confirmação de ter a marca alemã lançada no Brasil, a Stellantis incluiu a Opel na sua série de vídeos chamada “Marcas que Marcam”, na qual ela conta a história e a estratégia das principais divisões do grupo. Confira o vídeo abaixo.