Pesquisa Fenabrave avalia relações setoriais

Iniciativa foi coordenada por Luiz Adelar Scheuer.

Por Automotive Business, com informações da Fenabrave
  • 28/12/2010 - 08:40
  • | Atualizado há 2 months
  • 2 minutos de leitura

    <style type="text/css"> .texto { font-family: Verdana, Geneva, sans-serif; font-size: 10px; color: #666; } .texto { text-align: left; } </style>

    NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
    EmailRSSTwitterWebTVRevistaMobileRede Social


    Automotive Business, com informações da Fenabrave

    965 concessionários responderam a 13ª Pesquisa Fenabrave de Relações com o Mercado, desenvolvida para identificar aspectos que precisam ser corrigidos ou fortalecidos nas relações entre concessionários e fabricantes de veículos. A iniciativa foi coordenada por Luiz Adelar Scheuer, que destacou uma maior participação das revendas na avaliação deste ano: “O resultado mostrou grande discrepância na evolução intra-setorial, com fortes variações entre as marcas, indicando momentos específicos diferentes de cada montadora”.

    Segundo o coordenador, no caso dos automóveis as avaliações, de um modo geral, indicam queda nos diversos índices, sinalizando problemas no segmento. O índice de Postura Geral caiu de 69,47 para 68,63 nesta edição do estudo. O índice de Valor também teve pior desempenho, passando de 76,27 para 74,91. O ranking entre as marcas, que apontou queda de 69,00 para 68,49, foi liderado pela Audi, seguido pela Fiat.

    “Os caminhões e ônibus sinalizaram melhora em relação à pesquisa anterior. Alterações marcantes surgem nas médias individuais por marca”, ressaltou Scheuer. O índice de Postura Geral aumentou de 74,35 para 78,61, enquanto o de Valor subiu de 83,02 para 84,66. O ranking entre as marcas saltou de 72,66 para 76,70, sendo liderado pela Volkswagen, seguido pela Scania.

    O Índice de Valor resume a opinião dos concessionários sobre o valor total da concessionária. O Índice de Postura Geral resume opinião dos concessionários em assuntos específicos da parceria com a montadora, como evolução do valor do negócio, expectativa de resultado, qualidade dos produtos e sua adequação ao mercado, qualificação dos representantes da montadora.