Peugeot 508 chega à rede por R$ 119.990

Peugeot 508 será importado da França em pequeno volume para concorrer com sedãs alemães e sul-coreanos

Por MÁRIO CURCIO, AB<br/>De Campos do Jordão (SP)
  • 31/05/2012 - 19:03
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 2 minutos de leitura

    As revendas Peugeot começam a receber a partir do dia 4 de junho o modelo 508, o sedã mais sofisticado da marca. O carro tem preço sugerido de R$ 119.990, dentro da estimativa feita por Automotive Business há uma semana. O 508 vem da França em versão única, equipada com motor 1.6 THP dotado de turbo, injeção e 165 cavalos e câmbio automático de seis marchas.

    “O 508 é uma peça-chave para a Peugeot. Utiliza uma plataforma moderna e sintetiza os valores da marca”, afirma o diretor-geral da Peugeot no Brasil e América do Sul, Frédéric Drouin. “Os sedãs executivos de luxo são um segmento de tradição para a Peugeot na Europa.” Segundo a fabricante, 85% dos compradores são do sexo masculino. Os casados e com filhos também estão acima dos 80%. “São profissionais liberais ou executivos com carreira de sucesso”, diz o diretor de marketing, Frederico Battaglia.

    O novo sedã, contudo, não será capaz de alterar a queda de participação da Peugeot no Brasil, já que a pretensão de vendas é modesta, cerca de 200 unidades até o fim do ano. Frédéric Drouin põe fé mesmo é no recém-lançado 308: “Com ele, devemos atingir um volume de vendas maior que o de 2011. Acredito que cresceremos mais que o mercado.” Em julho a Peugeot apresentará o 308 CC (conversível) e para o Salão do Automóvel vem o 308 THP. No salão a Peugeot mostrará também o 208. Sua produção começa no fim do ano. Vendas, contudo, só em 2013.

    UM CARRO BEM COMPLETO

    Peugeot

    Por causa do acabamento e equipamentos, a Peugeot acredita que o 508 concorrerá com os modelos BMW Série 3, Hyundai Azera, Mercedes-Benz Classe C e Volkswagen Passat. “Devemos conquistar mais clientes dos coreanos”, diz Battaglia. O 508 tem três anos de garantia e uma lista de itens bastante completa. Os bancos vêm com regulagens elétricas para motorista e passageiro da frente. O ar-condicionado traz quatro ajustes independentes de temperatura. As saídas de ar para o banco traseiro têm ainda controle independente de intensidade de ventilação. O teto solar elétrico também está lá.

    Um item interessante neste carro é o Head Up Display, um visor-espelho colocado acima do painel e que reflete informações do piloto automático e a velocidade em que o carro trafega. Com ele o motorista ajusta o controlador de velocidade sem desviar os olhos da estrada. A tecnologia Peugeot inclui também sensores de estacionamento dianteiro e traseiro, medidores de vaga e navegador GPS. Os itens de segurança incluem seis airbags, programa eletrônico de estabilidade, freios antitravamento com Assistência à Frenagem de Urgência (AFU) e Repartidor Eletrônico de Frenagem (REF). O volante é ajustável em altura e profundidade, mas essa regulagem é manual e não elétrica, como ocorre em outros modelos do segmento. A abertura da porta e a partida dispensam o uso convencional da chave, só é preciso ter o chaveiro por perto.

    IMPRESSÕES AO DIRIGIR

    O 508 é um carro muito agradável de guiar. Oferece estabilidade em curvas, conforto em piso irregular e seu motor THP 1.6 propicia boas acelerações e retomadas na estrada. Segundo a Peugeot, ele acelera de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos e atinge 220 km/h. O câmbio automático de seis marchas permite trocas manuais, com borboletas atrás do volante.

    O espaço dianteiro é bem amplo e aproveitado com porta-objetos e porta-copos. O conforto traseiro também é grande, não só pelas saídas de ar-condicionado como também pelo bom espaço para as pernas, apoios de braço. O porta-malas de 473 litros está mais para o volume de sedãs médios.

    Peugeot