PPE entra em vigor na Ford de Taubaté

Ford de Taubaté fabrica motores e transmissões

Por REDAÇÃO AB
  • 03/03/2016 - 10:55
  • | Atualizado há 2 months, 1 week
  • 46 segundos de leitura
    Entrou em vigor nesta semana para os funcionários da Ford de Taubaté o Programa de Proteção ao Emprego (PPE). A medida atinge 1,6 mil trabalhadores e valerá por seis meses. Como ocorre no programa, haverá redução de 20% da jornada e de 10% nos salários. Os funcionários já haviam aprovado em janeiro a medida e na segunda-feira, 29, em assembleia, o sindicato local dos metalúrgicos detalhou como seria aplicada.

    O PPE na fábrica vai vigorar durante seis meses e poderá ser prorrogado até junho de 2017. A unidade produz transmissões, motores Sigma 1.5 e 1.6 e também componentes dos novos motores 1.0 TiVCT de três cilindros que equipam a linha Ka. Nos anos recentes a unidade de Taubaté já havia colocado parte de seus trabalhadores em layoff, realizou Planos de Demissão Voluntária (PDVs) e em 2015 dispensou mais de 350 funcionários.

    Sobre o assunto, a montadora enviou o seguinte comunicado: “A Ford informa que, após utilizar diversas ferramentas como férias coletivas, banco de horas e layoff para adequar a produção e mão de obra à significativa desaceleração da demanda automotiva, obteve a aprovação do Mistério do Trabalho para a implementação do PPE na unidade de Taubaté.”